Depois de passar por 24 casas diferentes, finalmente ele foi adotado aos 33 anos


adotado 33 anos
1086 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Michelle Kiefer é uma norte-americana de 44 anos, que vive na Califórnia e enviou sua história para o site Love What Matters. Nós ficamos encantados e vamos dividir com vocês. Há muitos anos, ela e seu marido, Steve, que já tinham 4 filhos pequenos adotados, conheceram Dale, que na época tinha 16 anos e já havia passado por mais de 24 casas de adoção.

Dale perdeu os pais quando ainda era pequeno e logo depois foi morar com alguns membros de sua família. Sofreu abusos de todos os tipos: psicológico, sexual e físico, até que quando tinha 16 anos conheceu Michelle, e disse que depois de conhecer Dale, sua vida nunca mais foi a mesma: “Então, fale-me de você mesmo, me destruiu completamente (da melhor maneira) e mudou literalmente todo o curso da minha vida”.

Leita também: Conversamos com o fotógrafo que fez relato emocionante sobre adoção tardia

Depois de uma longa conversa, Michelle voltou para sua casa e passou dois dias chorando. Ela e seu marido sabiam que seria um desafio, pois eles tinham filhos pequenos e Dale já era um adolescente. Mas eles também sabiam que tinham de fazer alguma coisa por aquele garoto. No começo ele ia jantar de vez em quando na casa do casal, depois começou a passar os finais de semana, até que se mudou definitivamente para lá.

Os anos foram se passando, Dale terminou o ensino médio, saiu de casa para fazer faculdade, voltou, casou e teve dois filhos. Ele se casou com a namorada do ensino médio, mas depois de alguns anos de casamento acabou revelando que era gay e se divorciaram. Durante todos esses acontecimentos, sua família sempre o apoiou, apesar de que tiveram momentos difíceis e desafiadores, como toda família.

Foi logo depois do divórcio que ele foi diagnosticado com uma doença mental e após receber um tratamento indevido, sua situação acabou se agravando. Ele chegou a ser internado e quando estava no meio do tratamento conheceu Justin, com quem se casou em 2015. Infelizmente, Dale acabou afastando-se de sua família neste período conturbado e eles chegaram a ficar alguns anos sem se falar. Mas apesar de não terem notícias de Dale, Michelle e seu marido sempre estariam lá quando ele precisasse.

Até que, no começo do ano passado, Emma, uma das filhas de Michelle, mandou um email para Dale e a família voltou a ter notícias do rapaz. Eles marcaram de se encontrar e voltaram a viver ótimos momentos juntos. Quando tudo estava bem e a família unida, Michelle conversou com seu marido e chegaram a conclusão de que deveriam adotar Dale, já que eles nunca chegaram a fazer a adoção legal, apesar de terem criado Dale desde que ele tinha seus 16 anos e o amassem como filho. Mas apesar disso, acharam que seria importante para ele, para que ele se sentisse realmente como parte da família.

Relacionado: Casal que havia feito ensaio pré-adoção refaz fotos agora com a chegada da filha

Até que, em janeiro, Michelle e Steve foram para a Califórnia e adotaram legalmente seu filho Dale Kiefer-Perrault, quando ele tinha 33 anos. Ele já era filho do casal há 17 anos, mas essa mudança legal foi importante.

Michelle diz que nem sempre foi fácil, mas sempre existiu amor: Nossas contribuições foram nossas insuficiências, nossas falhas, nossas tentativas equivocadas de jovens pais para criar um adolescente com trauma … não tínhamos ideia. Mas a chave era o amor. Sempre houve amor. Foi bagunçado e mais difícil do que eu poderia ter imaginado … mas também valeu a pena.  A adoção é um presente, independentemente da idade”.

Com informações de Love What Matters

Fotos: Michelle Kiefer


Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar