Ele reencontrou o amor da infância após 40 anos sem que ela suspeitasse dos seus sentimentos

O amor venceu a distância!


amor de infância
545 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Marcelo e Ana Paula eram colegas de classe e moravam no mesmo prédio. Ele conta que começou “a nutrir um sentimento por aquela menina” depois que ganhou um beijo de Ana Paula numa peça de teatro na escola. Ela interpretando a Branca de Neve e ele o anão Dunga.

Os dois cresceram juntos e o amor de Marcelo por Ana Paula só aumentava com o passar dos anos, sem que ele abrisse seu coração. Seria assim até o final dos anos 1980, quando Marcelo mudou de prédio e Ana Paula foi embora com a família para outra cidade.

RelacionadoEles se conheceram na pré-escola, acabaram de se casar e a internet não está sabendo lidar

Separados pela distância, Marcelo se casou duas vezes e teve uma filha do segundo relacionamento, hoje com 13 anos. Ana Paula também se casou e teve dois filhos, um menino de 16, e uma menina, de 11.

Em 2016, ambos se separaram. Na época, Marcelo enfrentava a depressão e decidiu entrar para igreja. Em todas as suas orações ele pedia aos santos para encontrar Ana Paula. E o pedido foi atendido.

Ele recebeu a ligação de um ex-vizinho, que disse ter visto seu perfil em uma rede social. Com um pouco de sorte, Marcelo poderia reencontrar Ana Paula. Por meio do rapaz, ele conseguiu o telefone dela.

Marcelo teve a coragem que lhe faltou no passado para ligar para Ana Paula e revelar seus sentimentos. Ana Paula ficou surpresa, pois nunca suspeitou desse amor. Então, eles combinaram um encontro em turma para lembrar dos velhos tempos.

Marcelo não deu certeza que iria, mas apareceu no bar onde Ana Paula estava. “No começo, pensei que toda essa história fosse brincadeira, porque ele sempre foi gozador e nunca notei esse sentimento da parte dele.

Depois do reencontro, os dois não perderam tempo e decidiram ficar juntos. Eles se casaram em maio deste ano e viraram sócios em um negócio próprio. Marcelo e Ana Paula pensavam que não se envolveriam com ninguém após se divorciar. Ela explica porque tudo aconteceu tão rápido: “Não temos tempo para perder. Temos de viver”.

Matéria originalmente publicada no blog Enfim Sós  – Fotos: Arquivo pessoal


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista