fbpx

Cabeleireira corta cabelo de menino no chão para tranquilizá-lo

“O Gui me chama de ‘Margô, meu amor’. Os cortes são cheios de amor e muitos beijos."


cabeleireira corta cabelo menino chão salão
PUBLICIDADE ANUNCIE

Quem é cabeleireiro sabe que um bom corte de cabelo requer habilidades com a tesoura, mas também a colaboração do cliente, que deve permanecer parado, para o corte sair como ele imaginou. (Conheça instituições que desenvolvem projetos para a causa Crianças e apoie através do Visa Causas. A cada transação, a Visa faz uma doação e você não paga nada a mais por isso.)

Para um adulto, isso é tranquilo, para as crianças, que se distraem com qualquer coisinha, nem tanto. Os pequenos facilmente saem da posição que o profissional precisa para realizar o corte.

O nível de dificuldade aumenta quando a criança tem múltiplas necessidades especiais, como o garoto Guilherme Kock. Porém, o cabeleireiro precisa mais do que habilidades extraordinárias.

Nada disso é suficiente se o profissional não deixar a criança à vontade, respeitar o tempo dela, e se dispor a cortar seu cabelo enquanto ela se distrai com um brinquedo sentada no chão do salão. Pois foi assim que a cabeleireira Margô cortou o cabelo de Guilherme.

cabeleireira corta cabelo menino chão salão

Em conversa com o Razões para Acreditar, a mãe do menino, Daiane Kock, disse que Guilherme foi diagnosticado com paralisia cerebral, epilepsia refratária e autismo. Margô corta o cabelo de Guilherme há cinco anos. Ajudar uma causa social pode ser mais fácil do que você imagina. Cadastre o seu Visa e escolha uma causa. Cada vez que você usar o seu cartão, a Visa fará uma doação. Cadastre-se!

“Antes de conhecê-la, eu cortava o cabelo dele em cabeleireiros que exigiam que eu segurasse o Guilherme à força, era um sofrimento para ele e para mim. Durante um ano, eu cortei o cabelo dele em casa, porque não tinha alguém que fizesse o serviço para ele”, lembra Daiane.

Daiane começou a frequentar o salão de Margô e levava Guilherme junto. A cabeleireira convidava o menino para o cortar o cabelo, mas ele não tinha confiança, por conta do trauma provocado pelos outros cabeleireiros.

Então, um dia, ele resolveu sentar sozinho na cadeira para a Margô cortar o cabelo dele. Foi construída uma relação. Nessa última vez que ele precisou cortar o cabelo, quem o levou para o salão foi minha filha mais velha. Na hora que eu cheguei, a cena que vi foi aquela, do Guilherme no chão e ela cortando o cabelo dele no chão.”

PUBLICIDADE ANUNCIE

Daiane compartilhou esse momento na sua conta no Facebook e a publicação rapidamente viralizou. O post soma 5,3 mil curtidas, 682 compartilhamentos e 391 comentários.

Margô também falou ao Razões para Acreditar sobre a relação dela com Guilherme, ou Gui, como ela chamou o garoto na conversa que tivemos.

“O Gui me chama de ‘Margô, meu amor’. Os cortes são cheios de amor e muitos beijos, que ele pede a cada 10 minutos. Ele vai embora dizendo ‘tchau, Margô, meu amor’ até a esquina. Eu respondo mandando beijinhos”, contou Margô.

A cabeleireira ganhou admiradores do Brasil inteiro, que a parabenizaram pela maneira como contornou as necessidades de Guilherme, expressando um espírito de luz contagiante e inspirador para os mais céticos de que o mundo ‘tem jeito’.

“O corte começou na cadeira, mas Guilherme não estava em um dia bom, tenho absoluta certeza que outro profissional teria pedido para trazer outro dia, ou até mesmo desistido, mas a Margô não… Se não tá bom na cadeira dá para cortar no chão também”, escreveu Daiane. Quer fazer a diferença na vida de uma criança? Cadastre-se no Visa Causas e, a cada transação, a Visa faz uma doação para a instituição que você escolher. E você não paga nada a mais por isso.

“É só olhar para as fotos e ver o carinho, o respeito pelas diferenças e o amor transbordar. Margô não tem especialização para corte de criança com deficiência, mas tem amor e acima de tudo humanidade.”

A mãe de Guilherme continua o relato emocionada:

“Margô pode não saber mas ela faz mais pelo meu filho do que pode imaginar, ela não o inclui, porque para ela, ele não está fora para ser incluído, para ela ele faz parte. Ela nos faz sentir que somos pertencentes a esse mesmo mundo que insiste em nos colocar para escanteio. Meu sonho é que a Margô se multiplique, e que invada os hospitais, escolas e todo o canto, que o mundo fique tão cheio de Margô que não consigamos mais nos diferenciar uns dos outros e somente nos respeitar.”

A emoção tocou os internautas, que ‘se curvaram’ à Margô nos comentários:

“Quando amor! Por mais Margô nesse mundo!! Exemplo de pessoa, fiquei apaixonada!!”

“Parabéns Margô que no mundo passe a existir mais profissionais como você.”

“Simplesmente me fez acreditar que no mundo ainda existe amor.”

Confira a publicação na íntegra:

Conheça mais sobre o programa Visa Causas e apoie uma instituição sem pagar nada a mais por isso. É só cadastrar o seu cartão Visa e a cada transação no crédito ou débito, a Visa faz uma doação. Saiba mais!

crédito das fotos: Daiane Kock/Facebook/Reprodução

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar