Família usa capacete para apoiar bebê com má formação no crânio e comove o mundo

A iniciativa partiu da irmã de Jonas, de apenas 3 anos.


capacete
2729 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

banner reservaEmpatia é uma palavrinha que não saio do nosso dicionário nem do da família Gutiérrez. E, neste caso, ela vem acompanhada pela palavra amor. O caçula da família, o pequeno Jonas Gutiérrez, de só quatro meses de vida, nasceu com uma má formação no crânio e, por isso, ele precisa usar um capacete para corrigir o problema.

Mas, o bebê não está enfrentando esse processo sozinho, muito pelo contrário. E graças a uma iniciativa de sua irmã, a Camila, de 3 anos de idade. Ela e toda a família começaram a usar capacetes para que Jonas não se sentisse um estranho no ninho e continuasse seu tratamento numa boa.

A história correu o mundo depois de um tweet do primo do pai de Jonas, Shea Serrano, e emocionou os internautas. Publicado no dia 29 de julho, o post já soma mais de 116 mil curtidas e foi compartilhado mais de 29 mil vezes.

Jonas possui um tipo de deformidade craniana chamada Plagiocefalia Posicional. Quando o problema não é tratado, o paciente pode ter complicações estéticas e comprometer o funcionamento dos órgãos localizados no cérebro. Gary, pai de Jonas, conta que o filho tem um achatamento severo do cérebro sério.

A mãe de Jonas, Shayna, conta que um dia tirou fotos da família e disse que Camila, a filha mais velha, correu para a garagem quando viu o irmão com o capacete. Na volta, ela trouxe capacetes usados em passeios de bicicleta para que ela e o pai usassem, mostrando a Jonas que ele não está só e que a família estará sempre ao seu lado, nos bons e maus momento da sua vida, que está apenas começando! <3

Fotos: Reprodução

barra reserva


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista