fbpx

Há 20 anos, ele leva a esposa de um lado para o outro em um carrinho de mão

É amor que chama, né?!


homem leva mulher carrinho de mão
PUBLICIDADE ANUNCIE

Uma história de amor com A maiúsculo! O casal está junto há pelo menos 20 anos. E, em todo esse tempo, Joãozinho, 74 anos, leva sua mulher, Rosinha, 56 anos, de um lado para o outro em um carrinho de mão.

A Lorena Bernardes compartilhou a história em sua página no Facebook. Joãozinho e Rosinha moram em um asilo, em São Gotardo, no interior de Minas Gerais.

Relacionado: Casal mineiro celebra 60 anos de casamento e conta o segredo pra gente

Lorena conta que a dificuldade de caminhar de Rosinha e a situação financeira difícil do casal “não impediram eles de desbravar os morros da cidade, a solução veio com um carrinho de mão”.

“Teve uma vez que a família de Rosinha levou ela para sua cidade natal. Joãozinho não aguentou a saudade. Foi até à assistência social da cidade e conseguiu ajuda para trazê-la de volta”, disse Lorena ao Razões para Acreditar. “Ele é ciumento, ninguém pode mexer com ela.”

homem leva mulher carrinho de mão
Há 20 anos, Joãozinho leva Rosinha de um lado para o outro em um carrinho de mão

“Ele a carrega dentro do carrinho pra baixo e pra cima, e faz o esforço sem nenhuma reclamação, sem cara feia e com a maior paciência do mundo, todas as vezes que eles precisam sair de casa.”

❤ PAUSA PARA SUSPIRAR ❤

Muitas vezes, a gente se enrola para definir o que é “amor incondicional”. Vendo as fotos de Joãozinho e Rosinha, reafirmamos que uma imagem vale mais do que mil palavras. É como diz a Lorena:

homem casa mulher carrinho de mão

PUBLICIDADE ANUNCIE

“Não consigo pensar uma forma mais concreta de enxergar o amor, aceitar a pessoa como ela é, estar ali pra todas as situações e querer ver a outra pessoa bem, apesar de todas as suas dificuldades e limitações.”

carrinho de mão

Depois de tanto tempo juntos, os dois se casaram, na capela do asilo São Vicente de Paulo, e a estrela da decoração da cerimônia não podia ser outra: o carrinho de mão, a principal testemunha do amor de Joãozinho e Rosinha. “Pra mostrar que carregar e entender o “peso” do outro, ou seja, tudo o que a pessoa é, só é possível e se torna leve, quando se ama!”

Leia o post na íntegra:

“O amor de carrinho de mão

Desde que eu me entendo por gente, eu vejo esse casal pelas ruas de São Gotardo, e todo mundo de lá, já viu eles também, eles devem estar juntos há pelo menos uns 20 anos. O amor deles é composto por um trio, ele (Joãozinho), ela (Rosinha), e o carrinho de mão. A dificuldade dela em caminhar, e a situação financeira difícil, não impediram eles de desbravar os morros da cidade, a solução veio com um carrinho de mão. Ele a carrega dentro do carrinho pra baixo e pra cima, e faz o esforço sem nenhuma reclamação, sem cara feia e com a maior paciência do mundo, todas as vezes que eles precisam sair de casa. Não consigo pensar uma forma mais concreta de enxergar o amor, aceitar a pessoa como ela é, estar ali pra todas as situações e querer ver a outra pessoa bem, apesar de todas as suas dificuldades e limitações.
Já me peguei diversas vezes querendo mostrar esse amor a mais pessoas, mas nunca consegui (e tenho certeza que não é possível conseguir), traduzir em palavras o que eles são, e o amor deles. Mas o significado do dia de hoje, me fez de algum modo querer transbordar o que eu sinto ao vê-los: depois de tanto tempo juntos, eles se casaram! Além dos dois, o 3º integrante desse trio não podia ficar de fora, a decoração do casamento foi inteirinha de carrinho de mão. Pra mostrar que carregar e entender o “peso” do outro, ou seja, tudo o que a pessoa é, só é possível e se torna leve, quando se ama!”

É AMOR QUE NÃO ACABA!!!

Fotos  © Joãozinho e Rosinha/Arquivo Pessoal/Reprodução

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar