fbpx

Ministro norueguês abandona cargo por carreira de esposa

Uma decisão pouco habitual na maioria dos relacionamentos.


ministro norueguês abandona cargo esposa
PUBLICIDADE ANUNCIE

O ministro norueguês dos transportes, Ketil Solvik-Olsen, tomou uma decisão pouco habitual na maioria dos relacionamentos, quando é a mulher quem abre mão da sua carreira profissional, para cuidar da casa e dos filhos, em favor da carreira do homem.

Não é à toa que a decisão de pedir demissão do governo para que a esposa possa se dedicar à sua carreira de médica recebeu muitos elogios nos últimos dias. O gesto é um belo exemplo sobre paridade de gênero. Solvik-Olsen vai se afastar das suas atividades pelo período de um ano. As informações são do G1.

Leia também: Pai se veste de mulher para filhos curtirem o Dia das Mães

“Foi ótimo ser ministro dos Transportes e Comunicações e, na verdade, eu continuaria a vida toda”, exaltou o ex-ministro, membro do Partido Progressista (anti-imigração), que estava no cargo desde 20113.

PUBLICIDADE ANUNCIE

“Mas agora cheguei a uma encruzilhada na vida em que é a vez de minha esposa seguir seu sonho. É um acordo que fizemos há muitos anos”, acrescenta em entrevista para o canal TV2 Nyhetskanalen.

Ele explicou que sua esposa, Tone Solvik-Olsen, aceitou um cargo de um ano como médica em um hospital infantil dos Estados Unidos.

A Dinamarca só fica atrás da Islândia no ranking de países que respeitam a paridade de gênero, de acordo com o último relatório do Fórum Econômico Mundial sobre Igualdade de Gênero.

Ainda de acordo com a mídia norueguesa, outro ministro, de Petróleo e Energia, Terje Søviknes, também do Partido Progressista, deve sair de sua pasta para se dedicar às responsabilidades políticas locais.

O partido de Solvik-Olsen e Søviknes está no poder desde 2013, ao lado do Partido Conservador, da Primeira-Ministra, Erna Solberg. Ao lado do pequeno Partido Liberal (centro-direita), que também faz parte da coligação, os três são liderados por mulheres.

crédito da foto: Gorm Kallestad/NTB scanpix/AFP

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar