fbpx

Mulher e sua cachorra lutam juntas contra câncer de mama mostrando que o amor faz toda a diferença


Existem algumas histórias que desafiam a medicina e a ciência, como a de Sara Page e sua cadela, Freyja. Um dia Sara estava fazendo carinho em sua cachorra quando percebeu que havia um pequeno nódulo na área de seus mamilos. Após vários exames ela descobriu que Freyja estava com um câncer em estava avançado. Os veterinários disseram que a situação era tão grave, que provavelmente o tratamento com quimioterapia não adiantaria e deram apenas mais 6 meses de vida para ela.

Já que o tratamento médico não era mais uma opção, Sara e seu marido decidiram dar o máximo de amor que eles pudessem para que ela pudesse ser feliz em seus últimos meses de vida. Mas uma reviravolta fez tudo mudar da noite para o dia. Um dia, Freyja subiu no colo de Sara e ela pensou que também deveria fazer uma mamografia. Foi então que ela descobriu que também estava com câncer de mama agressivo e um tumor de 33 cm no seio esquerdo.

Leia também: Adolescente mexicano inventou um sutiã que ajuda mulheres a detectar câncer de mama

Sara disse que se sentiu injustiçada e que ficou extremamente triste, por ela e sua cachorra estarem lutando contra essa doença ao mesmo tempo. Mas ao contrário do que os veterinários disseram, Freyja não parecia estar doente, continuava comendo normalmente, não emagreceu e continuava a acompanhar Sara onde quer que ela fosse, inclusive, nas sessões de quimio e radioterapia.

Hoje, Sara está praticamente curada e apesar de fazer exames regularmente, seu câncer está em remissão. E ao contrário do que todo mundo esperava, Freyja está ao seu lado. Desde que o câncer da cadela foi descoberto já se passaram 4 anos e apesar dele ainda existir, ela continua a mesma cachorra, fiel, amiga, companheira e aparentemente, saudável. Qual é a explicação para verdadeiro milagre? O amor!

Com informações de ExplicandoO

Fotos: PA Real Life


Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar