Sem surpresas: pais arranjam um jeito criativo para que o filho deixe a chupeta


4132 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Quem tem filho(a) ou cuida de uma criança sabe: fazê-los largar a chupeta pode ser uma tarefa muito difícil.

Minha mãe, por exemplo, disse que uma das minhas irmãs, a Mirelle, chupou pipo (sim, é assim que minha mãe chama de chupeta) até os 5, 6 anos. E só largou porque uma vizinha contou uma história muito incrível pra ela, que a convenceu a, por conta própria, jogar a chupeta em cima do telhado. Ufa!

Pois um pai da Califórnia, EUA, encontrou uma maneira bem mais interessante de ajudar seu filho Blake a fazer isso. Scott Burnett aproveitou a aniversário de 2 anos do menino e conversou com o pequeno para a despedida.

O menino teve a chance de tirar sua última soneca com “Binky” – sim, a chupeta tinha um apelido – e entendeu que, depois disso, o acessório viajaria para o céu (melhor ideia!).

Depois que ele acordou, os dois foram para a rua. E seu pai havia comprado alguns balões cheios de gás hélio, e amarrou neles a chupeta. Isso ajudaria a levar “Binky” até o céu. Com muito amor, o pai encorajou Blake a tirar o acessório da boca e soltá-lo, para que pudesse ser livre e voar. E assim ele o fez.

O bacana foi todo o cuidado do pai, que fez com que o menino soubesse exatamente o que aconteceria naquele dia, sem sustos ou surpresas, e ainda deu a chance que ele pudesse dormir o último dia com a chupeta e a autonomia de que ele próprio a soltasse sozinho, no momento em que se sentisse confortável.

Além de fazer com que o menino soubesse exatamente o que aconteceria naquele dia,  sem surpresas, nem sustos, eliminando o risco de causar alguma espécie de trauma, o pai deu a ele uma chance de dormir com o acessório e a liberdade de soltá-lo sozinho, no momento em que se sentisse confortável.

Ao postar o vídeo no Youtube, Scott escreveu: “Nosso filho deixou a chupeta para sempre. Levamos UM dia, um pouco de planejamento, um diálogo criativo e funcionou como mágica. Assista e veja você mesmo. A idade mágica é 2 anos. Você também consegue. Boa sorte!”. Assista ao vídeo:

Com informações da Revista Crescer.


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista