fbpx

China proíbe comércio de marfim: finalmente!

A China já foi o maior mercado marfim de contrabando.


PUBLICIDADE ANUNCIE

A China já foi o maior mercado marfim de contrabando. Graças a uma lei que entrou em vigor no último domingo (31), o país deve virar essa página na sua história.

“A partir de hoje a compra e venda de marfim e de produtos derivados por parte de mercados, lojas e comerciantes é ilegal”, declarou o Ministério das Florestas em sua conta na rede social chinesa Weibo.

O marfim é bastante cobiçado na China, onde o quilo chegou a custar 1.100 dólares, pois é considerado um símbolo de status social. A forte demanda provocou a matança de dezenas de milhares de elefantes africanos por ano.

Em dez anos, a caça ilegal matou 110.000 elefantes, chegando 450.000, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

PUBLICIDADE ANUNCIE

A agência oficial chinesa Xinhua informou que uma primeira proibição parcial do comércio de marfim diminuiu em 80% o confisco de presas que entrava no país. Os preços do marfim bruto também caíram 65%.

No início do ano, o governo chinês fechou 67 oficinas e lojas envolvidas no comércio de marfim. As 105 restantes deveriam encerrar suas atividades no último domingo.

Antes de 1975, a China já havia proibido a importação de marfim e produtos derivados. Esperamos que desta vez a proibição seja definitiva!!!

Com informações do G1

foto: Pixabay

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar