Homem com doença terminal se despede após encontro com sua grande paixão

Patrick estava em paz e pronto para fazer sua passagem.


doença terminal
1788 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Os animais são seres que tem uma capacidade incrível de tornar nossos dias melhores, quando nenhum humano é capaz. Mas, isso não vale apenas para cães e gatos. Podemos incluir nessa lista os cavalos ou qualquer outro animal com quem a gente tenha uma relação de amizade, companheirismo e fidelidade. Não eram os pets que iluminavam o dia de Patrick Sunders. O britânico estava internado no North Devon Hospice, um centro de tratamento para quem possui alguma doença terminal.


Ouça essa emocionante história! Depois, veja o vídeo no final da postagem!

Há muito tempo ele tinha uma relação especial com os equinos. Era comum ele falar para as enfermeiras sobre sua infância ao lado desses animais e dos bons momentos em que estiveram juntos. Cada lembrança fazia seus olhos brilharem de nostalgia.

Foi ouvindo essas histórias que os profissionais decidiram fazer uma surpresa para Patrick. Inicialmente, a ideia era convidar alguém que tivesse uma forte ligação com os cavalos para visitar Patrick e conversar com ele sobre essa paixão em comum. Eles entraram em contato com um centro de resgate de cavalos e conheceram Ann Sims, que topou o convite na hora, mas pensou melhor e concluiu que “se ele é um homem que gosta de cavalos, ele teria vontade de ver um de verdade”.

Patrick estava deitado em uma cama quando o cavalo Vitor chegou no pátio do hospital. Ninguém tinha dúvidas de que o convite tinha sido uma excelente ideia. O idoso sorriu para Vitor o tempo todo. Ele alimentou o animal com cenouras e lhe devolveu o carinho e a atenção recebidos.

“Seu rosto estava radiante. Todo o lugar ficou iluminado. Patrick estava emocionado e com um grande sorriso no rosto. Por um segundo ele deve ter esquecido de tudo, de todas as suas preocupações. Foi um grande momento para ele e para sua família”, contou Ann, em entrevista ao site The Dodo.

Patrick estava em paz e pronto para fazer sua passagem. Três dias depois do encontro com Vitor, ele faleceu. Mas, como bem lembrou Ann, “seu sorrido e sua risada durante o encontro ficarão para sempre”, na memória de Vitor e dos profissionais do hospital. Descanse, Patrick!

Confira o vídeo:

Fotos: Reprodução/North Devon Hospice


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista