fbpx

3 Santuários de animais selvagens na África do Sul que poderiam existir no Brasil

Conheça três Santuários de animais na África do Sul que poderiam existir no Brasil.


santuários animais selvagens áfrica sul
PUBLICIDADE ANUNCIE

A África do Sul possui uma vasta biodiversidade além de uma variedade de culturas, idiomas e crenças religiosas, ela é também o berço da vida selvagem em algumas regiões, tais como o famoso Kruger parque ou o menos conhecido, porém grandioso Addo Elefante Parque, ambos para safaris. Entretanto, existe uma pequena região rural ao longo da famosa Rota Jardim que pode ser considerado o paraíso dos santuários de vida selvagem: The Crags!

Ali o tempo parece ter parado (no bom sentido), fazendas rurais, vilarejos simples e uma natureza abundante ao redor compõem a paisagem da desconhecida região The Crags. Entre o mar e a floresta, o The Crags é o lugar ideal para os animais que sofreram maus tratos no passado, terem hoje a chance de viver em segurança em santuários que reproduzem o seu habitat natural.

santuários animais selvagens áfrica sul

De acordo com o dicionário a palavra “Santuário” possui vários significados, um deles diz “área em que a interferência humana, como a caça ou a pesca, se encontra proibida, com o objetivo de preservação das espécies ali existentes”. Porém essa definição esqueceu de informar que os santuários mantêm os animais em áreas amplas, arborizadas, em ambientes que tentam reproduzir o meio ambiente onde eles vivem na natureza. Além disso, santuários não possuem interesses financeiros.

Além das belezas das florestas, riachos, praias nos arredores, o The Crags se destaca por ser a casa de 3 importantes santuários de vida selvagem, vamos conhece-los:

– Monkeyland: O santuário literalmente é a “terra dos macacos” como o próprio nome já diz, pois abriga mais de 700 primatas de diversas espécies que vivem livremente em uma imensa floresta. É incrível poder vê-los transitando livremente em seu habitat natural, o visitante por sua vez através de uma visita guiada (com foco educativo na preservação) tem a chance de ver estes graciosos primatas livres a uma curta distância. A visita guiada dura um pouco mais de 1h e o guia nos conduz ao longo da floresta onde temos a chance de atravessar uma divertida ponte suspensa.

santuários animais selvagens áfrica sul

santuários animais selvagens áfrica sul

 

É estritamente proibida a interação (tocar) os animais, isto é uma regra em todos os santuários, até por que estes animais devem ser somente observados e não acariciados, respeitando o seu instinto natural.

Site: http://www.monkeyland.co.za/index.php

– Birds of Eden: No mesmo estilo que o Monkeyland e localizado ao lado dos primatas, está o “Pássaros do Eden” e o local faz jus ao nome, pois os pássaros vivem em um verdadeiro paraíso. São 3.500 aves de 220 espécies diferentes vivendo livremente em uma bela floresta, com lagos, riachos e até cachoeiras, o visitante caminha por pontes de madeira suspensa observando de pertinho uma variedade imensa de pássaros que voam livremente pelo local. São tantas espécies diferentes que algumas delas soam desconhecidas para nós brasileiros como o Turaco, que se tornou o símbolo do Birds of Eden. Assim como no Monkeyland, é estritamente proibido tocar nas aves, preservando dessa forma o seu comportamento natural no meio ambiente. Pode ocorrer de um pássaro se aproximar do visitante como ocorreu comigo, mas mesmo assim não pode tocá-los.

santuários animais selvagens áfrica sul

PUBLICIDADE ANUNCIE

santuários animais selvagens áfrica sul

Site: http://birdsofeden.co.za/

– Jukani: A poucos km’s dos dois santuários acima, está o Jukani dedicado exclusivamente aos felinos, são desde leões, tigres, cheetahs, hienas, pumas, leopardos e vários outros animais. Aqui, as feras vivem em espaçosos recintos com bastante vegetação reproduzindo seu habitat natural em uma área ampla e preservada. A visita guiada dura aprox. 1h:30m onde temos a chance de aprender muito sobre estes felinos e ao mesmo tempo ter ciência do impacto que eles vêm sofrendo através da ação do homem.

santuários animais selvagens áfrica sul

Site: http://www.jukani.co.za/

Todos os 3 santuários são organizações sem fins lucrativos, baseando-se exclusivamente no Eco turismo sustentável, ou seja, a nossa visita é extremamente importante para que estes santuários continuem a existir. Um outro dado fundamental, todos os animais dos 3 santuários foram resgatados de zoos, pet ilegal e até laboratórios, tendo uma nova chance nestes santuários que prezam essencialmente pelo bem-estar animal. Os 3 santuários pertencem a The South African Animal Sanctuary Alliance (SAASA)

Site: http://www.saasa.org.za/

santuários animais selvagens áfrica sul

santuários animais selvagens áfrica sul

santuários animais selvagens áfrica sul

santuários animais selvagens áfrica sul

Saiba as diferenças entre um zoo e um santuário de animais selvagens:

  • O zoológico possui fins lucrativos; os animais são apáticos e na maioria das vezes vivem em jaulas pequenas sem nenhuma infraestrutura.
  • Os santuários não possuem fins lucrativos, todos os recursos são direcionados para o bem-estar dos animais. A maioria dos santuários ao redor do mundo se mantém através: ajuda de empresas locais, visitas guiadas a turistas e trabalho voluntário de pessoas oriundas de outros países. Além disso, os animais vivem em recintos grandes com vegetação inserida para que ele possa se sentir em seu ambiente natural.
  • Em muitas ocasiões os zoos colocam os animais para procriar e os filhotes se tornam uma atração no local.
  • Santuários não comercializam animais. Eles resgatam, cuidam e quando é possível tentam reabilita-los a vida selvagem, na impossibilidade disso, permanecem sendo cuidados no santuário.

*Por André Araújo

crédito das fotos: André Araújo/Arquivo Pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar