‘Holocausto sírio’: 8 maneiras práticas de ajudar as vítimas da guerra em Alepo

Cada um de nós pode dar a essas pessoas uma razão para acreditar que os bons são a maioria. É o momento de sermos solidários com as vítimas dessa tragédia de dimensões intoleráveis.


30381 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

A guerra sangrenta na Síria abalou o mundo esta semana com a notícia de que as pessoas estão preferindo matar umas às outras para se livrar da tortura – física e sexual – dos grupos rebeldes.

O desespero chegou a um ponto em que muitas mulheres cometeram suicídio para não sofrerem com o trauma do estupro. Dados da ONU mostram que o conflito já fez mais de 400 mil vítimas – além de 4,5 milhões de cidadãos que foram forçados a deixarem seus lares.

Cerca de 10 mil cidadãos – muitos menores de idade e em estado crítico de saúde – abandonaram os arredores de Alepo, no último sábado (17).

ajuda_interna

Os dados do “holocausto sírio” foram divulgados pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha. Estima-se quer 50 mil pessoas ainda estão isoladas na região leste da cidade – sem previsão de quando poderão ir embora.

O mundo inteiro não pode ficar de braços cruzados vendo tanta barbárie, dor e sofrimento. Cada um de nós pode dar a essas pessoas uma razão para acreditar que os bons são a maioria. É o momento de sermos solidários com as vítimas dessa tragédia de dimensões intoleráveis.

ajuda7

1. Apoie a Capacetes Brancos

A organização, encabeçada pelo líder humanitário Raed Al-Saleh, é responsável por procurar e salvar vítimas em regiões controladas por grupos rebeldes, iclusive em Alepo. A Capacetes Brancos já resgatou 10 mil feridos no conflito. A organização arrecada dinheiro para a compra de próteses e apoio psicológico aos familiares dos mortos. Saiba como doar aqui.

ajuda6

2. Apoie o Médicos Sem Fronteiras

O Médicos Sem Fronteiras fornece suprimentos médicos para 158 hostpitais ocalizados no leste de Alepo, uma das regiões mais atingidas pela guerra, e mantém instalações médicas na região norte do país. Contudo, por causa da intensificação do conflito, a maioria das instituições não está conseguindo atender todos os feridos. Portanto, as doações são fundamentais. Saiba como ajudar aqui.

ajuda2

3. Apoie o Comitê Internacional de Resgate

O Comitê Internacional de Resgate (IRC, na sigla em iglês) é responsável por assistir pessoas que estão fugindo de guerras ao redor do mundo, incluindo os refugiados sírios. Faça sua doação aqui.

ajuda5

4. Apoie a Save the Children

A ONG Save The Children auxilia crianças e seus familiares a fugirem de conflitos indo para outros países. Conheça mais o trabalho dos voluntários e faça sua doação aqui.

Image: A Syrian refugee woman sits with her children during a visit by UNHCR Guterres and Jordan's Foreign Minister Judeh to the Al Zaatri refugee camp in Mafraq

5. Apoie a Agência de Refugiados Sírios da ONU, a Estação de Ajuda aos Migranes e a Questscope

A Agência de Refugiados da ONU fornece educação e recursos essenciais para que os refugiados ao redor do mundo possam recomeçar suas vidas em outros países. A Estação de Ajuda aos Migrantes e a Questscope unem esforços em prol dessa causa –  a primeira oferece assistência a refugiados da Jordânia e a segunda ajuda os refugiados que cruzarem o mar rumo à Europa em segurança.

syria-crisis

6. Apoie o Movimento Internacional da Cruz Vermelha

Recentemente, falamos aqui do resgate de 3.000 vítimas do conflito de Alepo pela Cruz Vermelha. Ela está auxiliando na retirada de civis feridos – entre eles mulheres e crianças – da região mais suscetível aos bombardeios aéreos e ataques terrestres. A ajuda para que os resgates continuem é essencial, saiba como doar aqui.

ajuda4

7. Apoie a Sociedade Médica sírio-americana

A Sociedade Médica sírio-americana presta atendimento médico na Síria e nos países que recebem os maiores contingentes de refugiados. A organização já atendeu mais de 3 milhões de vítimas na região. É possível ser voluntário ou fazer uma doação aqui.

ajuda3

8. Organize um protesto ou vá a um

Sabemos que está sendo difícil doar dinheiro com a crise financeira que o país atravessa. Mas, ainda assim, você pode ajudar as vítimas da guerra na Síria. Organize um protesto ou vá a um, tome as ruas e grite pedindo o fim da guerra e o amparo às suas vítimas.

Com informações do site CLAUDIA e Hypeness / Fotos: Divulgação


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista