Arquitetas prometem reformar um abrigo infantil por ano totalmente de graça

O primeiro abrigo reformado foi a Casa Maria Maynard, no bairro do Belenzinho, em São Paulo, SP.


302 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Uma empreitada ousada, mas possível quando a vontade de ajudar quem mais precisa supera todas as barreiras. Duas amigas arquitetas prometeram reformar e dar vida nova a abrigos infantis – pelo menos um por ano, sem que as instituições gastem um centavo.

arquittetas-abrigo-4

A ideia surgiu em 2016, depois que as duas amigas foram fazer doações de roupas, fraldas e alimentos. Não bastassem as doações, elas pensaram que poderiam fazer ainda mais pelas crianças.

“Uma amiga minha [Luciana Raunaimer], dona de uma loja de mobiliário infantil, também foi com a ideia de doar roupas, mas percebeu que existiam necessidades estruturais. O local era bem cuidado pelos funcionários, mas, por falta de recursos, o piso do banheiro estava quebrado, os berços eram antigos. Ela decidiu doar berços da loja dela e a partir daí outros vieram: um doou o grafite de parede, o outro os papéis de parede e com isso viramos uma grande equipe de reforma”, conta Carla Mello, idealizadora do Projeto Ver Crescer.

O primeiro abrigo reformado foi a Casa Maria Maynard, no bairro do Belenzinho, em São Paulo, SP.

arquitetas-abrigos-3

Para realizar a reforma, elas tiveram o apoio de uma rede de colaboradores, que tinha pedreiros, paisagistas e outros arquitetos. Cerca de 200 pessoas participaram a da reforma.

“As doações em dinheiro do site são destinadas para a reforma, mas existem outras maneiras de ajudar. As pessoas geralmente oferecem mão de obra quando não podem dar dinheiro. Empresas de outros ramos, como as que produzem roupas e eletrodomésticos, também participam da ação”, contou Carla.

A reforma foi um sucesso e agora o grupo pretende reformar um abrigo por ano. Para isso, novamente, elas contam com o apoio de colaboradores interessados em participar do projeto. Quem quiser ajudar é só enviar um e-mail para [email protected] ou acessar o site.

Com informações do SóNotíciaBoa / Fotos: Divulgação


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista