fbpx

Estudantes de arquitetura constroem casa com tijolos feitos de lixo industrial


PUBLICIDADE ANUNCIE

Por Jéssica Miwa

É o que dizem: se a vida te dá limões, faça limonadas. Não há fórmula perfeita a não ser aproveitar recursos disponíveis (e muitas vezes subestimados) para construir algo útil. Lembra da brasileira que criou tijolo a partir de lixo? Parece que a moda pegou de verdade. Dois estuantes de arquitetura, residentes em Roterdã, resolveram criar sua própria tecnologia para construir uma casa a partir de lixo industrial local.

“Nós gostamos de dar uma segunda vida a materiais descartados”, conta Ward Massa, sócio da startup local, chamada Stone Cycling, que produz os tijolos.

Batizado de Waste Based Bricks, os tijolos levaram alguns anos para que pudessem encontrar sua fórmula perfeita. O segredo é juntar vidro, cerâmica e resto de lixo industrial com um fórmula secreta. Também é possível usar resto de tijolos tradicionais e restos de demolição.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Além de reutilizar materiais que acabariam no lixão, o processo de produção dos novos tijolos usam menos energia que os tradicionais (o que reduz ainda mais a pegada de carbono). Graças a parceria com a Academia de Arquitetura de Amsterdã e designers do Studioninedots, a startup pôde desenvolver tijolos que se encaixam como Legos, e não precisam de cimento (assim é mais fácil reutilizar o material, não sendo necessário demolir).

É preciso mais investimento para tornar essa tecnologia escalável. A casa dos estudantes, porém, irá provar que é algo de qualidade, durável e poderá, muito provavelmente, chamar mais atenção para a empresa.

Texto originalmente publicado aqui.

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar