Mãe constrói casa com materiais recicláveis para passar mais tempo com a filha


Lulu cresceu na Argentina, mas hoje vive nos Estados Unidos. Mãe solteira, ela precisava estudar e trabalhar em tempo integral para sustentar sua pequena família. Quase não sobrava tempo para ficar com a filha. Cansada dessa vida corrida, ela precisa fazer algo a respeito.

Ela queria passar mais horas do seu dia com a filha e ainda poder continuar pagando o aluguel da casa onde elas moravam. Mas, Lulu não conseguiria as duas coisas vivendo na cidade. Foi quando ela decidiu se mudar para o campo, onde a vida é mais tranquila e sobraria mais tempo para a filha.

 

“Foi simplesmente uma decisão sobre quantas horas você tem na vida e como você deseja gastar essas horas”, disse ela.

Lá, ela não precisa mais pagar aluguel. Tudo porque a casa que ela construiu para viver com a filha é toda feita com materiais recicláveis. Ela começou do zero e com pouco dinheiro. O resultado é uma casa fofa, funcional e aconchegante.

b532ac6a7b865a1bd1028274c793145a-800x537

O piso, as estantes e até o vaso sanitário foram coletados do lixo e de centros de reciclagem. A casa levou apenas quatro semanas para ficar pronta. Lulu investiu algo em torno de 4 mil dólares (mais de 12 mil reais) no seu novo lar. Isso só foi possível graças a sua criatividade: “Se você não tem dinheiro, você tem que ser criativo”.

A casa possui um banheiro, cozinha (com um fogão de acampamento) e um segundo semitrailer, que abriga o dormitório. A filha de Lulu dorme em um loft confortável, acima da cama da mãe.

437d3bfbc7908769a60df9eea10fff69-800x537

A casa ocupa uma área de 30 m² e contém tudo o que Lulu e a filha precisavam para viver com conforto e com mais tempo uma para a outra.  O jardim é o melhor parque de diversões que a filha poderia ter. Ela passa horas brincando com os seus amiguinhos cercada por uma área verde e ouvindo o canto dos pássaros.

0677c37840f01575c1631aa1568d49c1-537x800

a1f51c2fd8c0519ae9cc314e528fc2d2-800x537

ab03b27bebed756ae2a182ff0a151758-800x537

Com informações do Não Acredito / Fotos: Reprodução

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar