Prédio brasileiro vence prêmio e é considerado o mais sustentável das Américas


15362 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Uma boa notícia para a arquitetura brasileira, que acaba de ganhar um importante prêmio. O Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS), em Cuiabá (MT), venceu o BREEAM Awards 2018 em duas categorias: melhor edifício sustentável das Américas e voto popular.

José Afonso Botura Portocarrero, responsável pelo projeto, é professor na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e diz que se inspirou nas habitações indígenas do Brasil para a construção do edifício.

Relacionado: Escola rural de Tocantins ganha prêmio de melhor projeto educacional do mundo

Durante a concepção do projeto, o arquiteto visitou mais de 20 aldeias no Xingu e a sua intenção, desde o início, sempre foi aproveitar ao máximo a luz natural e oferecer conforto térmico. Através das duas cascas no telhado, que possibilitam o resfriamento interno do prédio e a captação de água da chuva, que é filtrada e armazenada para uso na irrigação do jardim e na lavagem de pisos e banheiros, reduzindo o consumo de energia em até 30%. O edifício também faz a compostagem de resíduos orgânicos da lanchonete e da poda de árvores e plantas.

Um outro dado interessante é que, todo o jardim do edifício é integrado por espécies do Cerrado, Pantanal e Amazônia, biomas presentes no estado do Mato Grosso, uma verdadeira homenagem ao nosso país. O prédio, que está localizado em Cuiabá, foi finalizado em 2010 e funciona atualmente como um laboratório de práticas sustentáveis para empresários, estudantes e instituições públicas. Este prêmio significa dizer que o edifício recebeu o mais antigo selo mundial em sustentabilidade, que já certificou mais de 250 mil prédios de diversos países, o que marca a importância deste projeto para a arquitetura sustentável brasileira.

Com informações de ArchDaily

Foto: divulgação



Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar