fbpx

Drag queens se mudam para asilo e melhoram a saúde de idosos

Duas drag queens moraram em uma casa de repouso durante um mês.


drag queens mudam asilo
PUBLICIDADE ANUNCIE

Os velhinhos de uma casa de repouso na Austrália sentem que sua saúde melhorou depois que conviveram com duas drag queens durante um mês.

Liam Benson e Naomi Oliver – também conhecidos como Tacky e Paris, as “Motel Sisters” – fizeram muito festa para os moradores da Abel Tasman Village, em Sydney, graças a uma organização sem fins lucrativos chamada Arts + Cultural Exchange. As informações são do Good News Network.

Durante a estadia, as drag queens deram aulas de Zumba, organizaram festa de chá, dias de spa e sessões de aromaterapia.

Teve até um dia em que a dupla organizou uma caça ao tesouro. Os idosos foram desafiados a ajudar as drag queens a encontrarem seus pertences.

It has been so beautiful to see The Motel Sisters in Care project develop and unfold. We’ve been delighted to have @harolddavidstudio documenting the days and activities of such a special residency. ⠀ This project seems to have resonated with many… there’s been visits from @sydneymorningherald and @abcinsydney , and Paris and Tacky were featured on @theprojecttv last Friday! ⠀ After 4 weeks the @motelsisters are wrapping up their residency with some collaging with the residents. It’s been amazing and we look forward to sharing more special moments from the past month with you ✨⠀ .⠀ .⠀ .⠀ #AbelTasmanAgedCare @motelsisters @n40m1o @liam_benson @harolddavidstudio @vicpic7 ⠀ @auscouncilarts ⠀ #MotelSisters #MotelSistersinCare #AgedCare #art #engagement #community

PUBLICIDADE ANUNCIE

Uma publicação compartilhada por I.C.E. (@ice_org_au) em

Os dois artistas tiveram um impacto incrível na saúde dos moradores: houve menos agitação e inquietação entre aqueles que têm demência. A geriatria também fez menos atendimentos do que de costume.

A ideia da diversidade e de inclusão foi abordada com cautela, pois alguns moradores poderiam se negar a participar das atividades oferecidas pelas drag queens.

“Entendemos que colocar uma dupla de drag queens em seu ambiente cotidiano para algumas pessoas pode ser um pouco desconfortável”, disse Tacky para a ABC Radio Sydney.

Mas, foi só o tempo dos velhinhos se acostumarem com a presença de Tacky e Paris. Dois dias depois, as drag queens já estavam sendo tratadas como qualquer morador.

“Eles deram um sopro de vida ao lugar”, disse um dos moradores da casa de repouso. “Eles têm sido tão gentis comigo, eu nunca poderei retribuir a sua bondade.”

Essa não é primeira vez que uma terapia pouco comum tem impactos positivos em idosos e pacientes com demência.

Algumas casas noturnas de Londres começaram a organizar “festas rave” como uma forma de lutar contra a solidão de pessoas idosas. Há alguns anos, um médico de Nova York projetou uma casa de saúde com dezenas de animais e plantas que precisavam de cuidados – a taxa de mortalidade despencou. Além desses exemplos, uma pré-escola de Seattle, também nos Estados Unidos, foi construída dentro de um asilo, trazendo alegria tanto para os idosos quanto para as crianças.

Assista ao vídeo:

crédito da foto: ABC Radio Sydney/Harriet Tatham

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar