Obra de Michelangelo na Capela Sistina é registrada para eternidade


Michelangelo
278 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Você sabia que a Capela Sistina recebe mais de 20 mil visitantes por dia e lá é feita a escolha do novo papa? Sim, milhares de pessoas querem conferir uma das mais importantes obras-primas da história. O teto da Capela Sistina foi pintado por Michelangelo durante 4 anos sendo finalizada no ano 1512.

O afresco, técnica usada por ele, é composto por várias cenas do antigo testamento. Lá esta retratado a mais famosa pintura – A criação do homem. Também o Dilúvio, a expulsão do Jardim do Éden, entre outros.

Seu trabalho foi tão apreciado, que Michelangelo retornou a Capela para pintar o Juízo Final, que levou mais sete anos para ser concluído.

É também na Capela Sistina que os cardeais se reúnem para fazer a escolha do novo papa.

Com objetivo de gravar as pinturas de Michelangelo para posteridade, um ousado projeto digital foi realizado pelo Vaticano, em segredo, nos últimos cinco anos e conta com total de 270.000 fotos digitais.

A mais alta tecnologia foi utilizada por engenheiros e fotógrafos que trabalharam usando lentes de telescópio para capturar os mínimos detalhes da grandiosa obra de arte.

Com acuracidade de 99,9%, os detalhes não vistos olho nu devido a altura de 21 metros da capela, podem agora ser apreciados em uma das 1.999 edições limitadas de um conjunto, com três volumes e 870 páginas.

A última vez que toda a Capela Sistina foi fotografada entre 1980 e 1994, ocorreu durante uma restauração para limpeza. A tecnologia usada era ainda a de filmes fotográficos.

Pelo site do vaticano você pode visitar a Capela Sistina em 360 graus:

http://www.vatican.va/various/cappelle/sistina_vr/index.html

Fotos: Reprodução


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista