Como o voluntariado pode mudar a vida das pessoas


Quando se buscam as razões que levam pessoas a se tornarem voluntárias e a entregar parte de seu tempo livre (ou todo ele, em muitos casos) sempre existe um motivo ou algo, que de alguma forma, fez tocar o seu coração. Talvez um amigo que incentivou ou a perda de uma pessoa especial ou simplesmente porque a pessoa resolve fazer a diferença nesse mundão. E eu acho que esses são os motivos de tantos voluntários procurarem o Grupo Camaradas.

Pra quem não sabe, o Grupo Camaradas começou o voluntariado em 2007 com menos de 10 voluntários e com encontros pontuais na Casa Ronald McDonald São Paulo. Hoje o Grupo conta com mais de 50 voluntários e realiza encontros mensais em seis Instituições (Casa Ronald São Paulo, Casa Ninho, Ong Santa Fé, Abrigo Butatã, Cajec, Instituto Gabi), além de arrecadar doações e organizar eventos de capacitação de recursos para as casas.

Mas o que motiva essas 50 pessoas a se doarem? Conheça a história de alguns deles:

“Sinto-me lisonjeada de ser uma das fundadoras do Grupo Camaradas. Sete anos se passaram e eu ainda lembro quando éramos em 10, fazíamos pequenos encontros na Casinha e passávamos nossos domingos arrecadando doações de porta em porta. Eu sempre fui o estilo de voluntaria errada, sabe? Talvez por eu me envolver tanto com alguns pacientes. Eu ouvia a todo momento: – você tem que ir mais devagar… – você não pode se envolver tanto… Mas sinceramente? Esses argumentos nunca entraram na minha cabeça e jamais vão entrar. Eu acho que o voluntariado tem que ser feito de coração e se seu coração manda você fazer, você tem que fazer e pronto. Acho que esse é um dos motivos que eu não tenha desistido no meio do caminho. Eu insisti muito para as pessoas enxergarem esse “envolvimento” de forma diferente. E hoje quando alguém me pergunta o que deve fazer, eu simplesmente falo: faça com o coração… Hoje eu não consigo enxergar minha vida sem ajudar o próximo. Eu sempre arrumo um motivo para estar presente… para fazer a diferença. O voluntariado nos faz enxergar um mundo melhor, um mundo com chances, um mundo onde o amor prevalece, onde não exista diferenças….” diz Raquel Caprara ao falar sobre o grupo.

“Se tudo o que eu vivi foi necessário para chegar onde estou hoje, acreditem: eu não mudaria nem um passo. Cada pessoa que conheci, cada história e cada sonho, foram fundamentais para poder mergulhar de cabeça no capítulo mais maravilhoso da minha vida, o voluntariado no Grupo Camaradas. Eu não acredito em coincidências. Eu estava na hora e no lugar certo, quando Deus enviou um anjinho em forma de pessoa para me apresentar a minha mais nova motivação de viver. Graças ao meu anjinho da Terra eu descobri uma nova forma de AMOR muito maior do que eu achava que era possível existir. A gente pensa que nossos problemas são enormes, fazemos tempestade em copo d’água, até conhecer outro lado da vida”, comenta Leticia Dias Defendi que se fantasia de Minnie para alegrar as crianças atendidas pelo Grupo.

“Eu conheci o Camaradas no momento mais difícil da minha vida, logo após descobrir um câncer de mama. Eu sempre me questionei demais o porquê de estar passando por tudo isso, ter que passar por todo esse tratamento pesado que judia tanto das pessoas… Foi quando eu conheci o grupo e logo descobri essas respostas! Fui à festa na casinha logo após a minha primeira quimioterapia, e foi neste momento que parei de me questionar tantos “porques”e foi aí que entendi o motivo de estar passando por tudo isso.
Deus estava me dando uma segunda oportunidade na vida, e ali eu descobri como fazer ela muito melhor que a primeira. Eu me senti amada tanto pelas crianças quanto pelos camaradas, eles me deram carinho, sorrisos e fizeram eu esquecer de tudo o que eu estava vivendo. O câncer me tirou muitas coisas, mas me deu outras muito melhores. Eu não tenho palavras para agradecer ao grupo pelo novo sentindo que ele deu à minha vida, somos uma família que só quer ganhar sorrisos e doar amor!
Sou abençoada por Deus, pois além de ser voluntária ganho também carinho como paciente.” Diz a voluntária Natali de Araújo que enfrentou um câncer de mama e hoje, além do seu filho Gabriel, também deu ao grupo o novo integrante… o Vitório. Sim, ela venceu o câncer e acabou de ter um Camaradinha! 🙂

” Eu adoro falar sobre este assunto, sobre o grupo e sobre como fazer este lindo trabalho mudou a minha vida. A importância do trabalho voluntário e do amor ao próximo me foi ensinada desde bem cedo, pelos meus pais. Mas um dia eu quis tomar o meu próprio rumo. Eu sentia que precisava caminhar com as minhas próprias pernas… e me dedicar mais! Trabalho Voluntário, ao contrário do que pode parecer é praticado de forma séria e plena. Você não é obrigado a nada, mas a partir do momento que se compromete, precisa exercer a sua responsabilidade. Pois as crianças vão esperar por você, por seu personagem e por seu carinho. É muito sério. Eu sou apaixonada por criança… e se existe aquela coisa de “cada um de nós tem uma missão nessa vida” eu já descobri qual é a minha. Pq nunca me senti tão feliz e realizada em qualquer outra situação. O sentimento que brota quando você decide doar AMOR, CARINHO, ABRAÇOS E OLHARES TERNOS para quem está passando por uma fase difícil não tem definição! O retorno magnífico das energias de pacientes e seus familiares, a alegria que eles demonstram ao nos verem… não tem preço!

O meu conselho pra você que está triste por algum motivo hoje é: Saia da bolha que você vive e observe ao seu redor quantas pessoas precisam lutar para viver, precisam passar horas dentro de um hospital, repare na quantidade de pessoas que enfrentam problemas reais e ainda assim conseguem enxergar A BELEZA DA VIDA. Que apesar de todas as dificuldades conseguem sorrir e até no sofrimento encontram o lado positivo de tudo que acontece.Com o Grupo Camaradas eu aprendi que “A VIDA É BELA E VALE MUITO A PENA LUTAR POR ELA!!!” completa a voluntária Karina Neto que é guiada por um anjinho do céu que ela conheceu no voluntariado, o Gabriel.

13626371_1449620755064274_4912721956610106347_n 13669721_1454289854597364_3674960348804730613_n 13923475_1480272708665745_8495253995518975717_o

Conheça essas e outras histórias na fan page do grupo – www.facebook.com/GrupoCamaradas

Seja um Camarada você também! O amor é contagioso! <3

 



Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar