fbpx

Empresa de engenharia alfabetiza funcionários e ensina informática


PUBLICIDADE ANUNCIE

Uma empresa que atua há mais de 36 anos na construção civil e acredita no reconhecimento e valorização do seu time, a MPD Engenharia surgiu com uma ideia que talvez possa melhorar o seu dia. Uma delas é a de alfabetização, a ‘Construindo Letras’ e a outra alfabetização digital, chamada Escola de Inclusão Digital.  Esse último é um programa de 40 aulas com conteúdo de informática básica para os colaborador es dos canteiros de obras.

Leia também: Empresa alfabetiza auxiliares de limpeza ao invés de demiti-los por não saberem ler

Desde o início do projeto, três turmas já se formaram, totalizando 20 alunos. O professor atuante é um colaborador da MPD que dá as aulas sem pedir nada em troca. Logo após o fim do curso, cada aluno pode levar um computador para casa para continuar treinando suas habilidades. Segundo Marcella Pinheiro, da Comunicação da MPD Engenharia, a maioria que participou das aulas não sabia mexer em um mouse muito menos ligar o aparelho. Izabel, por exemplo, trabalha há nove anos na empresa e não tinha essas noções até começar o curso. Hoje, é capaz de comprar sua passagem para passear na sua cidade, em Pernambuco. Para ela, a sensação de ser incluída no mundo digital é um alívio.

Além dela, Edivanio de Santana Cristo, 27 anos, que nasceu em Ribeira do Amparo, na Bahia. Hoje reside Carapicuíba. Ele trabalha como carpinteiro na obra do Fórum de Barueri e é funcionário da MPD desde 2013, porém antes disso, trabalhava como prestador de serviço em empreiteiras parceiras. Foi em 2016 que ele entrou do projeto e afirmou: “Antes, para pegar um ônibus, eu tinha que gravar a cor e a sequência dos números ou perguntar para alguém. Hoje em dia eu consigo até dar informação aos outros”.

Leia também: Associação leva 50 mil crianças pobres para praia nas férias

empresa alfabetiza mais de 20 funcionários
Foto mostra alunos com diplomas após concluírem o curso de alfabetização da empresa

Edivanio chegou a se formar na última turma da Escola de Inclusão Digital e mostrou a todos sua nova habilidades com computadores e celulares, pesquisas na internet, etc. O homem chegou até a apresentar um trabalho de conclusão sobre sua cidade natal. Hoje, ele ajuda a divulgar as ações da MPD focadas no desenvolvimento dos funcionários. Segundo Marcella, sempre que eles abrem turmas, a área de Recursos Humanos faz apresentações e, Edivanio, vai logo atrás para contar a todos sobre sua experiência.

PUBLICIDADE ANUNCIE

O mais interessante de tudo é que após o sucesso desse curso, eles resolveram abrir um outro, de alfabetização, que surgiu após o trabalho de Inclusão Digital, quando a empresa percebeu que muitos funcionários tinham poucas noções de leitura e escrita. Assim aconteceu o ‘Construindo Letras’ para antes mesmo de ensinar a mexer nos computadores alfabetizá-los.

Mas acredite se quiser, esses não são os únicos projetos da MPD. Desde 2007, o Projeto Nossa Gente engloba ações realizadas em benefício dos colaboradores da companhia. A ideia é simples: valorizar e respeitar os seres humanos que por lá trabalham, dando seu devido valor. Na MPD, existem pessoas de todos os tipos, de diversas localidades, inclusive migrantes que fizeram de tudo para se deslocarem até seu local de trabalho. O foco? Busca de um ideal, de um sonho e de um crescimento pessoal. Por isso, não poderia ter sido diferente. Um trabalho de valorização da história, do ideal e desses sonhos deveria ser realizado.

empresa alfabetiza
Foto mostra funcionários após conclusão de curso de alfabetização em empresa

Seus três grandes pilares de atuação são: inserção social, resgate da cidadania e desenvolvimento profissional; qualidade de vida, inovação, segurança e saúde e também a melhora da comunicação interna e padronização da informação. O projeto, mais do que inspirador, é realmente um exemplo para todos estimulando o crescimento e desenvolvimento de todos nós. Uma empresa que valoriza seus funcionários é uma empresa que sabe o que quer, não é mesmo?!

Fotos: Reprodução/Marcella Pinheiro/MPD Engenharia.

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar