Jovem bate em Porsche e deixa bilhete com telefone e pedido de desculpas em Florianópolis

A reação do dono do carro foi ainda mais nobre.


Porsche
3156 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Essa não é a primeira nem será a última vez que veremos pessoas tomarem atitudes como a do jovem Matheus Souza. A honestidade de Matheus, porém, rendeu muitas mensagens de parabéns. O caso aconteceu na sexta-feira (4), em Florianópolis, quando ele tentava estacionar seu carro para ir a um restaurante, no bairro Santa Mônica. Enquanto ele fazia o movimento, bateu sem querer num Porsche.

O dono do Porsche, o psicólogo Carlos Pimenta, participava de uma reunião no bairro e por isso Matheus não teve sucesso quando tentou encontrá-lo batendo nas casas da vizinhança. Só lhe restava deixar um bilhete no para choque do carro com um pedido de desculpas e seu telefone.

A atitude de Matheus rendeu muitas mensagens de parabéns (Foto: Matheus Souza/Acervo Pessoal)

“Escrevi um bilhete para me desculpar, deixar meu contato e fui almoçar. Quando voltei, o carro ainda estava lá”, disse Matheus ao G1.

Carlos disse que o carro sofreu apenas um arranhão e que provavelmente ninguém viu a batida. “Matheus não tinha motivo nenhum para ter essa atitude, foi só uma questão de ética. Temos que valorizar esse tipo de prática.”

Carlos e seu Porsche (Foto: Carlos Pimenta/Acervo Pessoal)

Mesmo assim, o psicólogo ligou para o número que estava no bilhete. “Ele foi muito responsável, disse que apesar de o carro ser importado e ele ganhar pouco não fugiria da responsabilidade. Embora eu tenha dito que vou procurar um orçamento, não vou levar para conserto, esse valor não fará diferença na minha vida, mas a atitude dele fez”, afirmou Carlos.

Já Matheus disse que sua reação após bater no carro de Carlos não foi por acaso: “Eu fui guiado, Deus estava comigo e me mostrou o que precisava ser feito.”

Foto de capa: Carlos Pimenta/Acervo Pessoal


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista