Mutirão voluntário resulta em jardim sensorial em creche


(Por Laura Gonçalves Sucena)

Voluntários e familiares trabalharam duro no 5º Mutirão Voluntário promovido no Serviço Social da Paróquia de São Paulo Apóstolo (SPES) – Creche Cenáculo, na manhã do último 1º de abril. Realizada pelo Grupo de Ação Voluntária (GAV) do Centro de Voluntariado da Fundação FEAC, a ação foi marcada especialmente pelo comprometimento da comunidade na transformação do espaço externo da instituição.

Durante toda a manhã, os voluntários limparam, pintaram, construíram um deck, plantaram grama e flores, colocaram piso e ainda construíram cabanas para as crianças.  O objetivo foi proporcionar, com a construção de um jardim sensorial no qual os cinco sentidos dos pequenos serão estimulados, um espaço de contato com a natureza.

Além de um novo local para brincadeiras, o jardim sensorial irá contribuir para melhor desenvolvimento cognitivo, linguístico, social e emocional das crianças atendidas pela entidade.

De acordo com a gerente do Departamento de Arquitetura da Fundação FEAC, Viviane Nale, o jardim sensorial se apresenta como um espaço misto de lazer e prazer, onde as crianças experimentam sensações diferentes e promove o encontro com a descoberta dos sentidos. “O tato, a audição, o olfato e a visão representam quase um paradigma entre sonho e realidade e estimulam a criatividade dos pequenos. Essa foi a intenção na construção desse espaço”, explicou.

Graças ao novo ambiente, as crianças podem usar o tato por meio das texturas das plantas; a visão com as cores do jardim; o olfato com os aromas das espécies; e a audição com os sons de emissários do vento. “As estimulações pelos sentidos ativam os neurônios, responsáveis pela formação das conexões cerebrais. Quando as vivências das crianças são processadas por mais de um dos sentidos ao mesmo tempo, elas aprendem melhor”, apontou a assessora técnica do programa Primeira Infância em Foco, da FEAC, Adriana Nunes Silva.

“Voluntariado é uma ação social solidária, consciente e transformadora. Participar desse grupo de pessoas para transformar um espaço para uso das crianças do SPES foi fantástico. Já estou imaginando a reação das crianças ao entrarem no jardim sensorial e experimentarem diferentes sensações. Além de estimular os cinco sentidos, o jardim vai permitir que elas reconheçam a natureza de várias formas”, completou a assessora.

Localizada no Jardim São Marcos, região Norte de Campinas/SP, a creche atende mais de 110 crianças de 0 a 5 anos e 11 meses. “Nossa intenção é sempre trazer os pais para dentro da instituição e hoje conseguimos mobilizar as famílias que dedicaram tempo e talento na construção de mais um espaço de lazer para seus filhos. É muito importante esse grau de comprometimento”, enfatizou a diretora da entidade, Raquel Martins.

Com a ação também foi possível dar a oportunidade do envolvimento da comunidade nos trabalhos desenvolvidos pela entidade. “Isso reforça o tecido social de cada comunidade e oportuniza a cidadania ativa. É importante que as comunidades entendam as instituições como parte delas, então, à medida que você abre as portas e permite que elas contribuam para construção do trabalho, para a melhoria da qualidade do serviço, gera uma apropriação por parte da comunidade. E isso tem inúmeros benefícios para a promoção humana e para o desenvolvimento social”, ressaltou o superintendente socioeducativo da Fundação FEAC, Leandro Pinheiro.

Envolvimento de todos

O comprometimento e envolvimento da comunidade levou vários pais e mães para o mutirão. “Minha intenção é contribuir com a creche e ajudar a construir um espaço mais bacana. Minha filha já fala do jardim, diz que tem que regar, ver a plantas crescer e essa empolgação motiva a gente também. É a primeira vez que faço trabalho voluntário e isso irá reverter a favor da minha filha e das outras crianças”, disse o técnico em informática Diego Borges da Silva, pai da pequena Ana Júlia, de 3 anos.

Luciana de Souza Félix e Claudinei Félix, pais da Alice, de 2 anos, também foram ajudar. “Essa área verde é mais uma oportunidade para os pequenos estarem em contato com a natureza e saberem mais sobre o meio ambiente. Precisamos ajudar e estar presentes na escola dos nossos filhos, saber o que está acontecendo e participar. Sempre que posso estou na creche e ajudo”, falou a mãe.

Pela primeira vez participando de um mutirão, os amigos Felipe Paulezini e Lucas Guerreiro também se esforçaram na jardinagem. “Hoje aramos a terra, colocamos grama e o resultado foi muito positivo. Esse trabalho em conjunto dá resultado rápido, a participação de todos faz com que o resultado apareça. Foi uma experiência incrível”, destacou Lucas. “Conversei com alguns pais que ajudaram e eles elogiaram muito a creche, então esse trabalho fica ainda mais especial”, completou Lucas.

“O trabalho voluntário é uma atividade ligada à cidadania uma vez que envolve uma relação solidária com o próximo. Também é uma excelente maneira de doação de tempo, talento e participação na sociedade. Hoje comprovamos como foi importante a participação das famílias e de todos nesse mutirão. Esse engajamento voluntário da comunidade traz um ganho muito grande para a creche”, finalizou a assessora técnica do Centro de Voluntariado da FEAC, Marcela Doni.

Informações: (19) 3794.3544 ou [email protected]

Acessar

Não tem uma conta?
REGISTRAR

Resetar senha

Voltar para
Acessar

REGISTRAR

Logar

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista