fbpx

SP promove 9ª edição da Virada Inclusiva com atrações acessíveis e gratuitas

Pedalada para pessoas com deficiência visual, tirolesa e skate inclusivos, vivência com animais e show do Zeca Baleiro são os destaques na capital paulista.


são paulo promove virada inclusiva pessoas deficiência
PUBLICIDADE ANUNCIE

Durante os dias 1, 2 e 3 de dezembro, mês que celebra o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3/dez), a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo promove a 9ª edição da Virada Inclusiva, trazendo uma programação inclusiva, acessível e gratuita para pessoas com e sem deficiência curtirem juntas atrações culturais, esportivas e de lazer.

Organizada por parcerias entre órgãos públicos e instituições da sociedade civil, a Virada Inclusiva promoverá em todo o estado atividades em ruas, praças, parques, museus e teatros. No dia 1º de dezembro, das 9h às 14h, acontece no Parque Villa Lobos o ‘Projeto Pedalada de Atitude’, que levará pessoas com deficiência visual para um passeio de bicicleta, com acompanhantes sem deficiência.

No mesmo local, das 10h às 17h, acontecerá a Virada Kids com brinquedos inclusivos (gangorra e balanço inclusivo, que contam com espaço para cadeira de rodas e tirolesa e skate inclusivo, que terão equipamentos específicos para pessoas com deficiência física e intelectual). A atividade também estará no Parque da Água Branca, no domingo (2), das 10h às 17h.

A programação tem continuidade entre as 9h e as 13h, com a “Terapia com Animais”, em que crianças e adultos terão contato com animais, como coelho, jabuti, porquinho-da-índia, calopsita, bicho-pau, hamster e cães, utilizados no atendimento terapêutico de pessoas com deficiência. A atividade acontecerá no Gati Peti Terapia, na Rua da Paz, 978, Chácara Santo Antônio. Na parte da tarde, às 13h, na Praça das Artes, acontecerá a abertura oficial da Virada Inclusiva com a exposição “Direitos Humanos para quê? A Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência”, com painéis sobre os direitos da pessoa com deficiência. A mostra estará na Av. São João, 281 – Centro até o dia 11 de dezembro, de segunda a sábado, das 10h às 18h.

No Parque da Água Branca, das 15h às 16h, haverá a “Oficina de Bonecas Abayomi”, que resgata a história de mulheres africanas e propõe o fortalecimento e o reconhecimento da imagem dessas mulheres. Na oportunidade, os participantes poderão produzir as suas bonecas com tecidos retirados de camisas antigas. Outra opção no mesmo horário e local é o “Caminho Sensorial”, atividade que pessoas com e sem deficiência caminharão pelo parque com os olhos vendados recolhendo elementos encontrados no percurso (folhas, galhos, flores). Ao final, os participantes produzirão obras acessíveis. A mesma atividade acontecerá no domingo, às 14h. No final dia, às 20h, terá a apresentação da Orquestra Brasileira de Música Jamaicana no Auditório do Memorial da Inclusão, localizado na Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10 – Barra Funda.

PUBLICIDADE ANUNCIE

No dia 2 de dezembro, às 10h, terá início “Bicicletada Inclusiva” na Praça dos Ciclistas, uma oportunidade para pessoas com e sem deficiência utilizarem bicicletas convencionais, handbikes (bicicletas controladas com as mãos) e bike família (triciclo ou trenzinho). A partir das 10h, no Parque Villa Lobos, a Rede de Reabilitação Lucy Montoro promoverá aula de samba-rock com profissionais da instituição para pessoas com e sem deficiência. À tarde, das 14h às 15h30, o Museu do Futebol irá promover o “Futebol Acessível”, atividade para os visitantes conhecerem, vendados, os materiais acessíveis do museu como réplicas de bolas de 1900 e 1930, taça e escudos de times.

Na segunda-feira, dia 3 de dezembro, às 15h, o Museu da Imagem e do Som promoverá visita guiada à exposição “Quadrinhos”, que conta com diversos itens acessíveis para pessoas com deficiência visual, como textos em braile e recursos táteis, além de lupas, que podem ser retiradas na recepção. As vagas são limitadas e os ingressos gratuitos devem ser retirados com uma hora de antecedência. No mesmo horário será inaugurada a exposição da Rede de Reabilitação Lucy Montoro “Faces da Reabilitação” no Metrô Tatuapé. A mostra fotográfica foi produzida pela terapeuta ocupacional Tatiana Pedroso e registra o projeto “Visagismo e Automaquiagem”, uma iniciativa que trouxe vivências práticas de autocuidado dos pacientes em reabilitação.

O encerramento da Virada Inclusiva será às 19h com os shows do cantor Billy Saga e em seguida, às 20h, com Zeca Baleiro e banda no auditório Simón Bolívar no Memorial da América Latina. Os ingressos podem ser retirados gratuitamente com uma hora de antecedência.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

crédito da foto: Reprodução/Facebook Virada Inclusiva

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar