As artes como forma de empoderamento


Se você esteve presente no primeiro encontro do R:evolucione, na semana passada, já sabe que foi pura emoção. Além das experiências compartilhadas, algumas de maneira inédita, como a da própria Joyce Baena que nunca havia contado sua história sobre opressão de maneira aberta, falou-se de auto-percepção, empatia, diversidade, culpa e perdão... O pessoal esteve um tanto tímido de início, mas logo começou a participar e o diálogo rolou solto.

Se você não esteve, bom, imaginamos que o parágrafo acima deu vontade de estar. Mas tudo bem, quem sabe no próximo (dia 20 de abril, anota aí), você não consiga vir?

Seja como for, se depender da gente, você não vai escapar da revolução. Isso porque a ideia desse projeto é que, além de participar de bate-papos incríveis, você também tenha acesso a conteúdos relevantes para mostrar que um mundo melhor é possível.

Assim, aproveitando o tema do último encontro, poder, opressão e empoderamento, compartilhamos uma fala do ator Kevin Spacey, durante o Fórum Econômico Mundial. Nela, Spacey conta a história de uma aluna de um dos seus workshops para mostrar como as artes são um meio poderoso para que possamos dar vazão aos nossos sentimentos e nos expressar, principalmente para aqueles em uma posição de oprimidos e que nunca tiveram coragem ou nunca foram incentivados para tal. A fala final merece um destaque a parte!

Para assistir ao vídeo com legendas em português, clique aqui.

Ou, clique no player abaixo e confira o vídeo original (o relato começa em 24:56).

https://youtu.be/qNTIo45bOu0?t=24m56s

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista