Como esta calcinha está ajudando meninas africanas a não faltarem na escola


1818 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Diana Sierra é uma designer de produto que durante a faculdade estagiou em Uganda, África, onde conviveu com a realidade de centenas de meninas que deixavam de ir para a aula nos períodos menstruais, já que o acesso a absorventes ou é raro ou caro.

Segundo a UNICEF, 1 em cada 10 garotas faltam na escola nessa época. “Nós não estamos falando de foguetes espaciais, estamos falando de absorventes higiênicos. No entanto, ambos têm o mesmo efeito. Eles nos levam à lugares”, disse Diana.

Foi então que a ONG Be Girl nasceu, para garantir que meninas não precisassem mais faltar nas aulas por esse motivo.

Para isso, Diana desenvolveu uma roupa íntima almofadada com bolsas impermeáveis reutilizável. As bolsas podem ser preenchidas por qualquer material: pano, algodão, até papel higiênico.

Quando a bolsa enche, basta substituir o material e pronto, a roupa íntima pode ser usada novamente. “Isso não é sobre o produto em si, é sobre o que as meninas sentem quando o têm. Uma delas me disse ‘O que eu mais gosto dele é que me sinto orgulhosa em ser menina‘”, conta.

Confira o vídeo de apresentação do projeto:

3052781-slide-s-1-could-a-pair-of-panties-help-change-the-world 3052781-slide-s-7-could-a-pair-of-panties-help-change-the-world 3052781-slide-s-2-could-a-pair-of-panties-help-change-the-world 3052781-slide-s-4-could-a-pair-of-panties-help-change-the-world 3052781-slide-s-5-could-a-pair-of-panties-help-change-the-world 3052781-slide-s-6-could-a-pair-of-panties-help-change-the-world

Fonte: Magazine Good


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista