Escolas do Brasil ganham cartilha digital sobre descarte consciente de resíduos sólidos

As cartilhas foram produzidas para professores e alunos do 1º ao 4º ano do ensino fundamental.


A maioria das escolas têm pouco espaço na sua grade curricular para o ensino de educação ambiental. Além disso, há uma escassez de material didático qualificado e gratuito, o que facilitaria o compartilhamento de saberes tão importantes para instruir as gerações mais novas a construir uma relação mais saudável e orgânica com o meio ambiente.

Atenta a essa necessidade, a Associação Brasileira de Bebidas (ABRABE) desenvolveu uma série de cartilhas chamadas “Gestos que Mudam o Mundo”, para disseminar nas escolas conceitos de educação ambiental, sem complicação. Um dos objetivos, por exemplo, é ensinar o descarte consciente de resíduos sólidos. As versões para professores e alunos estão disponíveis no site da Associação.

A ideia da ação é transpor as barreias que impossibilitam o ensino de práticas sustentáveis e implementar o material como atividade extracurricular – e, a longo prazo, quem sabe, incluí-las no currículo oficial das escolas. Essa é a segunda etapa do projeto “Ecogesto – Uma atitude sustentável”, que começou em julho deste ano, quando foram distribuídos mais de 4 mil exemplares para escolas da rede pública e particular da região de Capela do Socorro, em São Paulo.

“Cada vez mais a sustentabilidade faz parte da educação das crianças, sabendo disso, vimos a necessidade de um material que ajudasse os professores a ampliar bons hábitos ambientais. A Política Nacional de Resíduos (PNRS) é complexa e envolve todos os elos da cadeia produtiva, incluindo o consumidor final. Por isso, é preciso educar o cidadão desde a infância para o descarte correto de resíduos sólidos. Orientando os filhos, chegamos aos pais e, consequentemente, toda a sociedade”, explica José Augusto Rodrigues da Silva, presidente da ABRABE.

As cartilhas foram produzidas para professores e alunos do 1º ao 4º ano do ensino fundamental e traz os principais conceitos da Política Nacional de Resíduos, como apresentação dos atores envolvidos no processo, orientações para motivar o descarte correto de resíduos sólidos, sugestões didáticas vinculadas aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), de atividades lúdicas e referências bibliográficas, além de vídeos para auxiliar o trabalho do professor em sala de aula.

O material foi produzido pela escritora Januária Cristina Alves, mestre em Comunicação Social pela Escola de Comunicação Social da USP (ECA/USP). Ela é especialista em Ação Cultural com crianças e jovens e especialista em Infoeducação também pela ECA/USP.

Foto de capa via

Comentários no Facebook

Acessar

Não tem uma conta?
REGISTRAR

Resetar senha

Voltar para
Acessar

REGISTRAR

Logar

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista