Ex-prisioneiro volta todos os dias à cadeia para dar aula de programação para detentos


programação para detentos
1477 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Com o objetivo de reduzir a reincidência criminal através da qualificação para o mercado de trabalho, a ONG The Last Mile ensina programação em diversas prisões da Califórnia.

Eles estimam que 25% da carceragem mundial estejam nos Estados Unidos e os detentos possuem reincidência acima dos 60%. Com o curso, os participantes transformam sentenças em oportunidades. Além disso, desenvolvem habilidades de trabalho em equipe e ganham autoconfiança.

Leia também: Este presídio no Uruguai deu liberdade, trabalho, liberou o uso de celular e reduziu o número de guardas

“Eu não sabia absolutamente nada sobre programação quando iniciei as aulas e hoje eu sinto como se eu tivesse encontrado uma paixão e propósito” conta Chris Schuhmacher (foto abaixo), um dos graduados do projeto.

programação para detentos

Chamado de code 7370, o site da ONG destaca que a capacitação, que leva dois anos, conta com linguagem HTML, Java Script, CSS e Python. Também está incluso no currículo design de logo, web design, entre outros.

O plano de ensino conta também com palestras, que já teve até visita do Mark Zuckerberg, fundador do Facebook.

programação para detentos

“Juntos nós estamos quebrando estereótipos”, disse Tulio Cardozom que se formou na prisão de San Quentin e retorna todos os dias – por opção, para servir como engenheiro de software.

Fotos: Reprodução – The Last Mile


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista