fbpx

Paraisópolis ganhou uma escola de moda gratuita em parceria com a USP


Já não é de hoje que o assunto diversidade está em pauta e no universo da moda isto não é diferente. Se nas capas de revistas e nas passarelas já notamos uma grande diferença do que era antes, como é para quem produz moda? Através de um projeto social e na busca por uma moda mais abrangente, que tem como objetivo facilitar o acesso de jovens que não poderiam pagar para estudar em uma universidade particular, a UniPIM será inaugurada no próximo dia 13 de março.

Trata-se de uma escola de moda gratuita em Paraisópolis, que faz parte do projeto social “Periferia Inventando Moda”, uma parceria entre a ECA-USP e a Associação Brasileira de Estudos e pesquisas em Moda e ela foi desenvolvida para facilitar o acesso dos jovens moradores de Paraisópolis, bairro de São Paulo, no mundo da moda.

O projeto Periferia Inventando Moda (PIM) foi fundado em 2014 pelo estilista Alex Santos e pelo psicólogo e produtor cultural Nil Mariano, juntamente com a Escola de Comunicações e Artes (ECA-USP) e Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda (Abepem). Na UniPIM será possível cursar oficinas temáticas ou cursos profissionalizantes que capacitam os alunos a seguirem carreira nas áreas de comunicação, criação ou negócios da moda.

Atualmente já estão disponíveis os cursos de Marketing e Branding, Gestão de Conteúdo para Mídias Sociais Digitais e Fotografia de Moda e o objetivo é que mais de 2 mil alunos estudem lá neste primeiro ano, sendo que quem quiser se inscrever, precisa se apresentar pessoalmente na secretaria.

São Paulo é uma cidade imensa e o foco deste projeto importantíssimo é suprir uma demanda de uma das maiores regiões periféricas da cidade, que querem ter acesso à cultura, informação e à moda. O lançamento está marcado para o dia 13 de março, no Auditório do CEU Paraisópolis e contará com apresentação dos organizadores.

A moda é muito mais do que uma maneira de se vestir, é um mercado importante, que movimenta muito dinheiro, mas que ainda é, sim, muito fechado. Por isso a importância desta iniciativa, que levará aos jovens da periferia uma oportunidade de entrar neste disputado meio.

Com informações de Elle

Fotos: divulgação PIM


Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar