fbpx

Pesquisador sergipano ganha mais alta honraria concedida a cientistas no Brasil

José Alexandre Felizola Diniz Filho foi agraciado com a Comenda Nacional do Mérito Científico.


pesquisador sergipano mais alta honraria brasil
PUBLICIDADE ANUNCIE

O pesquisador sergipano José Alexandre Felizola Diniz Filho recebeu a Comenda Nacional do Mérito Científico, a mais alta honraria concedida a um cientista no Brasil. Diniz é conselheiro da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza.

A homenagem foi realizada na última quarta-feira (17/10), no Palácio do Planalto, e contou com a presença do presidente Michel Temer e dos ministros da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab e da Educação, Rossieli Soares da Silva, entre outras autoridades.

Leia também: Estudantes nordestinos levam 59 das 75 medalhas na Olimpíada de História

Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Sergipe, mestre e doutor em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), Diniz é, atualmente, professor do departamento de Ecologia da Universidade Federal de Goiás (UFG) e bolsista de Produtividade 1A do CNPq.

Dentre as ações realizadas por ele estão oito projetos de pesquisa, dos quais três estão em andamento: “Genética Geográfica e Planejamento Regional para Conservação de Recursos Naturais no Cerrado (Genpac)”, “Predicting Diversity Variations Across Scales Through Process-based Models Linking Community Ecology and Biogeography”, e “Ecologia, Evolução e Conservação da Biodiversidade”.

“Estou muito honrado com esse reconhecimento, afinal, são 25 anos dedicados ao desenvolvimento de pesquisas e estudos científicos no Brasil. Mas posso dizer que meus sentimentos são ambíguos. Estou feliz com o reconhecimento do meu trabalho e, nesse sentido, o ponto mais importante é agradecer a todos os meus colaboradores e alunos que tornaram este caminho mais fácil. Mas, por outro lado, estamos em um momento difícil no Brasil, em que temos que lutar pela ciência e pela educação a todo momento e isso me preocupa”, declarou.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Os anos de trabalho de Diniz trazem ainda cargos como editor associado de periódicos, como “Global Ecology & Biogeography” (Blackwell Inc.), ex-editor da “Ecography” (2010-2014), “Journal of Biogeography” (2005), “Insect Conservation and Diversity” (2010-2012) e “Revista Chilena de Historia Natural (2012-2013); e ex-editor-chefe da “Natureza & Conservação”, da ABECO, entre 2010 e 2012, sendo atualmente membro do seu corpo editorial. Ele é ainda membro da Linnean Society, London (FLS), da Academia Brasileira de Ciências e foi destaque de outubro de 2004 no ISI (‘Research Frontiers’) como um dos mais citados na área de Ecologia & Meio Ambiente daquele ano.

[Nota da Redação]

Agora temos um canal no YouTube! Assista ao primeiro vídeo falando sobre uma inciativa que une Brechó com adoção de animais, e se inscreva no canal aqui.

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

 

crédito da foto: Divulgação

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar