Jovem consegue arrecadar 15 mil dólares para enviar sobrevivente do Holocausto para Israel


392 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Um adolescente do sul da Califórnia arrecadou cerca de US $ 15.000 para enviar um sobrevivente do Holocausto de 89 anos para Israel, para ele possa conhecer seu último parente vivo e, finalmente, receber seu Bar-Mitzvá.

Drew Principe, 17, tornou-se amigo do sobrevivente do Holocausto, Henry Oster, depois que o atleta de 89 anos fez uma palestra em sua escola secundária do sul da Califórnia, em janeiro.

Oster contou aos alunos sobre suas experiências durante a Segunda Guerra Mundial.

Em 1941, ele e sua família foram deportados pelos nazistas, da sua casa em Colônia, na Alemanha, algumas semanas antes dele celebrar seu Bar-Mitzvá, uma cerimônia judaica.

Eles foram levados para a Polônia, onde, infelizmente, seu pai morreu de fome.

Logo depois, Oster e sua mãe foram enviados para Auschwitz, onde ela foi gaseada na chegada. Por fim, Oster foi enviado a alguns campos diferentes antes de ser libertado aos 17, pelo Exército dos E.U.A.

Ele foi enviado a um orfanato na França, onde um tio em Los Angeles descobriu seu nome em uma lista de sobreviventes e convidou-o a ir para os Estados Unidos para viver com ele.

Quando Drew soube que Oster nunca tinha ido a Israel, ele começou a angariar fundos para que ele pudesse viajar.

Assim, surgiu a amizade entre os dois.

No começo deste ano, Prince escreveu uma carta à família e aos amigos, explicando como Oster nunca tinha ido a Israel e como queria mandá-lo lá como presente.

Ele conseguiu arrecadar $ 15,000 para a viagem.

Oster e sua esposa Susan, junto com Prince e sua família, partiram para Israel, onde Oster vai se encontrar pela primeira vez com seu último parente vivo, um primo que mora em Tel Aviv e ser formalmente reconhecido pelo memorial israelense do Holocausto como um sobrevivente.

Prince também ofereceu a Oster uma pulseira que recebeu na viagem a Israel, com uma oração judaica escrita nela.
“É realmente um gesto que não pode ser medido”, disse Oster.

E claro, ele também celebrará o Bar-Mitzvá que ele nunca teve.

Fotos: Jennifer Principe/ Spungen Family Foundation

Via

 

 

 

 


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista