Barbeiro canadense dá atendimento especial para crianças autistas, mostrando o real significado da palavra empatia


3482 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

banner reservaFranz Jacob é um barbeiro que ganhou o coração dos internautas por sua dedicação aos seus clientes, em especial a Wyatt Lafrenière, um menino autista de seis anos.

“Eu entendi que com Wyatt, preciso segui-lo ao redor do salão para terminar o corte”, disse Jacob.

Sua barbeira em Rouyn-Noranda, na região de Abitibi-Témiscamingue de Quebec, a 600 quilômetros a noroeste de Montreal, no Canadá, acaba de completar dois anos de existência.

Jacob disse que ele tem vários clientes regulares com autismo, e Wyatt é o mais novo.

“Eu tranco a porta da frente. O lugar precisa ficar quieto”, disse Jacob. Ele passa mais de uma hora com cada um de seus jovens clientes.

A mãe de Wyatt, Fauve Lafrenière, chama Jacob de “um herói do dia a dia.”

“Ele cuida de tudo, sem que eu precise me envolver. Ele tira um peso dos meus ombros”, disse ela.

Lafrenière disse que Wyatt é hipo sensível e hipersensível. Ela disse que isso significa que às vezes ele não sente dor, mas que ter o cabelo tocado pode ser insuportável.

“Normalmente, os cabeleireiros entravam em pânico quando viam Wyatt chegar, então foi realmente excepcional conhecer o Sr. Jacob”, disse Lafrenière.

Ela disse que Jacob se ajoelha até o nível de Wyatt e direciona sua atenção para outras coisas, para que o menino se distraia.

“Ele o recebe como seu melhor amigo. Ver que ele aceita essas diferenças é simplesmente fantástico “, disse Lafrenière.

Ela colocou a foto em sua página do Facebook e ficou surpresa ao ver a quantidade de compartilhamentos.

“Talvez ele abra os olhos das pessoas para que elas entendam que existem outras maneiras de abordar as diferenças”.

Jacob também trabalha com doentes terminais, que desejam ter um último corte.

“É um lado que as pessoas não vêem. Ser um barbeiro me dá essa chance de viver essas emoções”, disse.

“Quando você raspa o cabelo de alguém que provavelmente vai morrer dentro de 48 horas … é indescritível. Tenho muito orgulho de fazer tudo isso”, completou.

Via

Fotos: Fauve Lafrenière

barra reserva


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista