fbpx

Casal troca presentes de casamento por viagem para refugiados

Um casal canadense preferiu ajudar uma família de refugiados ao invés de ganhar presentes de casamento.


casal troca presentes casamento viagem família refugiados
PUBLICIDADE ANUNCIE

Um casal canadense preferiu ajudar uma família de refugiados ao invés de ganhar presentes de casamento.

Moradores de Toronto, Natasha Carew e Sean Ritchie casaram-se no último verão e abriram mãos dos presentes dos convidados para que uma família de refugiados tivesse a oportunidade de recomeçar a vida no Canadá, informa o site SóNotíciaBoa.

Leia também: Município gaúcho pede para receber imigrantes venezuelanos

Os noivos sensibilizaram um grupo de oito pessoas, entre colegas de trabalho e amigos, além da mãe de Carew, e arrecadaram cerca de 26 mil dólares (pouco mais de 106 mil reais) para ajudar a família do Sudão, que ficou presa na Jordânia por quase cinco anos.

casal troca presentes casamento viagem família refugiados

PUBLICIDADE ANUNCIE

Mohammed Abd Elnour, a esposa Assgad Ali e suas duas filhas (Rafaa, de 9 anos, e Ruba, de 5) desembarcaram em Toronto, no dia 4 de junho, vindos de Amã, apenas três meses depois de terem sido apresentados a Carew.

“O mais recompensador é ver as duas meninas recebendo a oportunidade no Canadá”, desabafou Natasha, que é advogada.

Patrocínio de viagens

A prática de patrocinar viagens de famílias refugiadas faz parte do programa Blended Visa Report Referred (BVOR). Ele foi criado em 2012 e divide o custo das viagens entre patrocinadores privados e o governo canadense.

“É útil que os custos sejam compartilhados”, defende Carew. “Você pode patrocinar pessoas específicas, mas isso é rápido e sua família [pré-selecionada] pode estar aqui em poucos meses.”

casal troca presentes casamento viagem família refugiados

A fim de maximizar a cota anual do Canadá para o programa de patrocínio misto, o Centro de Refugiados da Universidade de Otawa, a Fundação Shapiro e a Jewish Family Services Otawa criaram um fundo especial para subsidiar totalmente o compromisso financeiro dos patrocinadores privados que participam do programa de reassentamento de refugiados.

Até o dia 31 de dezembro, todos os refugiados contemplados pelo fundo já estarão estabelecidos no Canadá.

crédito das fotos: Natasha Carew/Arquivo pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar