Casal de velhinhos doa toneladas de alimentos para hospital

1,2 tonelada de arroz por semana para alimentar pacientes e acompanhantes, mais 280 litros de óleo e 1.050 quilos de açúcar.


casal velhinhos toneladas alimentos hospital
680 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

1,2 tonelada de arroz por semana para alimentar pacientes e acompanhantes, mais 280 litros de óleo e 1.050 quilos de açúcar. Essa foi a quantidade de alimentos que o casal de velhinhos Benedito e Laurinha doou para o Hospital de Base, em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

A doação chegou em uma boa hora, durante a greve dos caminhoneiros. A direção do hospital começava a ficar preocupada com a alimentação das pessoas que estavam internadas. Benedito conseguiu o dinheiro para comprar toneladas de alimentos através de um churrasco.

Ele e a esposa Laurinda, 62 anos, cobraram a quantia de 200 reais por família. O evento reuniu 350 pessoas no dia 19 de maio e arrecadou dinheiro para comprar, em um atacado, cinco toneladas de arroz, quantidade suficiente para fazer refeições por mais de um mês, 1,2 quilos de açúcar e 1,8 mil litros de óleo.

O aposentado de 66 anos faz tratamento pelo SUS no hospital desde 2016, quando colocou um marca-passo para corrigir um problema no coração. Ele quis retribuir o tratamento que recebe, mas essa não é a primeira vez que Benedito doa alimentos para Hospital de Base.

casal velhinhos toneladas alimentos hospital
Não é a primeira vez que Benedito e Laurinda doam alimentos para o Hospital de Base

“A primeira foi em agosto do ano passado, dessa vez consegui mais, ano que vem quero mais ainda. A gente vê a necessidade que o hospital tem. Quem mexe com o SUS não tem nenhum que não precisa de ajuda”, disse Benedito ao Diário da Região.

O churrasco foi divulgado entre amigos e o cardápio incluía: carne e linguiça assadas, costela com milho, pão com carne moída, salada de repolho com abacaxi e maçã, refrigerante e cerveja.

Tudo foi preparado pelas mãos de dona Laurinda com a ajuda de amigas e primas. As sobremesas – doces de caju, abóbora com coco e goiaba – foram vendidos à parte, a cinco reais cada unidade. “Deu trabalho, mas até que foi tranquilo. Vale a pena”, afirma Laurinda.

“A gente sabe a necessidade do hospital, então não mede esforços”, diz Benedito, que completará 43 anos de casado com Laurinda em breve.

Mas, o casal não pretende parar por aí. Nesta semana, os dois levaram para o hospital roupas doadas que serão distribuídas entre os pacientes que precisam.  “As voluntárias que passavam no quarto todo dia perguntavam se estavam precisando de alguma coisa, essas roupas são importantes para distribuir”, afirma Laurinda. “Se Deus quiser todo ano. Enquanto estivermos com saúde vai fazer esse compromisso”, completou Benedito.

Leia também!

Idosa celebra seu aniversário costurando casaquinhos e meias de lã para bebês carentes

Fotos © Mara Sousa/Reprodução


Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar