George Clooney ajuda 3000 crianças sírias refugiadas a voltarem para a escola

"Nós não queremos perder uma geração inteira"


George Clooney
1.5k shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Mulheres e crianças são as maiores vítimas da guerra na Síria. Com um futuro incerto, muitas crianças sírias refugiadas estão fora da escola. Mas, no que depender do ator George Clooney e sua esposa, Amanda Clooney, uma advogada libanesa radicada em Londres, esse futuro pode ser bastante feliz.


Ouça essa história para entender como eles estão ajudando!

O casal Clooney anunciou que vai doar 3,5 milhões de dólares para a construção de sete escolas no Líbano para crianças sírias refugiadas. O país é lar de 1 milhão de refugiados sírios: 500 mil são crianças.

A Fundação Clooney se ajuntou ao Google e à HP para ajudar a Unicef, agência da ONU, e o Ministério da Educação do Líbano na construção das escolas que darão a 3 mil crianças sírias a esperança de um futuro bem diferente do que seus pais tiveram.

O Líbano já educa as crianças sírias em escolas públicas, num sistema de “segundo turno”. As escolas oferecem aulas adicionais à tarde exclusivamente para elas. “Nosso objetivo com essa iniciativa é ajudar a proporcionar aos filhos dos refugiados sírios uma educação e colocá-los no caminho para serem os futuros líderes que sua geração precisa desesperadamente”, disse o casal Clooney.

“Milhares de jovens refugiados sírios estão em risco – em risco de nunca serem uma parte produtiva da sociedade. Educação formal pode ajudar a mudar isso. Esse é o objetivo com essa iniciativa. Nós não queremos perder uma geração inteira porque teve má sorte de nascer no lugar errado na hora errada.”

Foto: AFP


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista