Desde 1945 Holanda envia ao Canadá milhares de tulipas em forma de agradecimento


tulipas
2.3k shares Compartilhar Tweet WhatsApp

O Canadá recebe milhares de tulipas – anualmente, em reconhecimento pelo asilo dado a família real Holandesa durante a Segunda Guerra Mundial.

Quando a Holanda foi invadida pelos nazistas, a princesa e sua família foram obrigadas a fugir. Recebidas pelos aliados canadenses, foi onde viveram durante três anos e onde também, segura e distante dos conflitos, a princesa teve sua terceira filha, Margriet.

A maternidade do Ottawa Civic Hospital, onde a princesa Margriet nasceu, foi temporariamente declarada extraterritorial pelo governo Canadense, de modo a assegurar que a princesa receberia exclusivamente a cidadania holandesa, e não do Canadá, como ocorreria normalmente. Este gesto, estreitou ainda mais os laços entre os países.

As tulipas enviadas pela família real são nas cores rosa e roxa. Rosa simboliza cuidado e bons votos, geralmente dada a amigos e familiares. Já as roxas são conhecidas como as cores da realeza, simbolizam renascimento.

As flores são plantadas na capital Ottawa e região. Parte delas, junto ao hospital, em tributo ao nascimento da princesa Margriet. Mas a grande maioria, são plantadas no Commissioners Park onde é realizado o festival de tulipas.

O festival teve início com esse, literalmente, nobre gesto de agradecimento e reconhecimento. Nada menos que 300,000 enfeitam e encantam moradores e turistas. Considerado o terceiro maior festival de tulipas do mundo, acontece sempre em Maio e recebe mais de 500 mil visitantes por ano.

A princesa Margriet retornou ao Canadá em 2002 para celebrar o quinquagésimo aniversário do festival.

Fotos: Reprodução


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista