fbpx

Morador de rua entrega flor para recém-casados em Vinhedo (SP)

A noiva convidou o morador de rua para assistir ao seu casamento.


morador de rua entrega flor noivos vinhedo
PUBLICIDADE ANUNCIE

Faz quase dois meses que Melina Nucci e Adriano Silva trocaram votos na Paróquia Santana, na cidade de Vinhedo, no interior de São Paulo.

Pouco antes de entrar na igreja, Melina foi abordada por um morador de rua, que perguntou se poderia assistir ao seu casamento. Ela disse que sim e o convidou a se juntar aos demais convidados.

Leia também: Médico se comove com humildade de gestante e faz campanha para ajudá-la

Depois da cerimônia, o morador de rua deu uma flor para os recém-casados. Ele se ajoelhou e humildemente disse que estava muito feliz porque nunca tinha assistido um casamento.

Melina comentou em um post no Facebook que lamenta não ter perguntado o nome do morador de rua, e que ela e Adriano é quem precisam agradecer sua presença no casamento.

“Lembro que você disse, ao nos dar a mão na saída, que estava feliz pois nunca tinha assistido um casamento antes. Você deve ter pensado que te demos uma grande oportunidade, sem jamais imaginar que quem deu a grande oportunidade para nós dois foi você”, escreveu Melina.

Esse é um daqueles encontros que apenas o universo consegue explicar. Melina trabalha em uma ONG de acolhimento para a população de rua, em Jundiaí, a 24 quilômetros de Vinhedo. A terapeuta ocupacional acredita que essa é uma forma do universo dizer que ela está fazendo a coisa certa.

PUBLICIDADE ANUNCIE

“Entre tantos casamentos que acontecem todos os dias, foi no meu que você entrou, trazendo um significado imenso. Para alguém que trabalha com pessoas em situação de rua, só pude interpretar como um sinal de que minha caminhada é certa, de que estou onde devo estar. De que meu marido está no caminho certo, mexendo os pauzinhos pra mudar as vidas certas”, afirma a Melina.

Leia também: Moradores de rua reformam asilo e levam amor a idosos

A Casa de Passagem, onde Melina trabalha, oferece comida, itens de higiene pessoal e pernoites para moradores em situação de rua. “Lá, nós temos uma equipe para ajudar essas pessoas a saírem das ruas. A oportunidade de arrumar um emprego, voltar para sua cidade de origem e de reatar os laços familiares”, contou Melina ao Razões para Acreditar.

Ela não nunca mais viu o morador de rua desde o dia do seu casamento, mas deseja muito ajudá-lo. Para isso, a terapeuta ocupacional e Adriano – voluntário da Casa de Passagem – contam com a ajuda dos moradores de Vinhedo para encontrar o homem e encaminhá-lo à entidade de acolhimento.

“Queremos muito encontrá-lo e recebê-lo!”

A Casa de Passagem – SOS está localizada na rua Prudente de Moraes, nº 1.830, no Centro de Jundiaí. Para mais informações, acesse a página da ONG no Facebook, clicando aqui.

crédito da foto: Sodres Fotografia Artística

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar