fbpx

Torcedores brasileiros dão ingressos de jogo para casal russo cabisbaixo

Felizmente, há torcedores brasileiros que serão lembrados pelo povo russo por sua gentileza, e não por casos de assédio, como vimos nos últimos dias.


torcedores brasileiros dão ingressos russos
PUBLICIDADE ANUNCIE

Há alguns dias, a imagem dos torcedores brasileiros na Copa da do Mundo estava associada a casos de assédio, machismo e misoginia contra mulheres russas. Felizmente, há torcedores brasileiros que serão lembrados pelo povo russo por sua gentileza.

Em forma de depoimento (“Milagres acontecem”), um jovem russo, de Rostov-on-Don, cidade onde o Brasil fez seu primeiro jogo na Copa, o empate com a seleção da Suíça, por 1 a 1, agradeceu dois brasileiros que lhe deram ingressos da partida. As informações são do G1.

Gleb Obodovsky, 27 anos, estava cabisbaixo com a esposa quando os torcedores brasileiros passaram por eles em direção ao estádio.

“Nossos rostos entristecidos chamaram a atenção de um dos brasileiros que passavam. Um deles cutucou seu amigo, disse algo para ele e eles se aproximaram de nós”, diz o texto, em russo, publicado na rede social Pikabu, bastante usada na Rússia,

“Em primeiro lugar, eu pensei que eles quisessem perguntar alguma coisa. Mas eu estava errado.”

Um dos torcedores tirou do bolso “pedaços de papel”, que Obodovsky achava que fossem panfletos. Só que na verdade eram ingressos de amigos que não puderam ir à Copa.

“Fiquei estático. Minha esposa não entendia a conversa, porque tem inglês muito limitado, mas a julgar pela sua expressão de surpresa e alegria, eu não precisaria traduzir, ela já sabia o que estava acontecendo”, lembra ele.

Obodovsky desconfiou dos ingressos, pois nunca tinha visto um. Os brasileiros afirmaram que eram ingressos oficiais e que eles só precisavam conseguir um Fan ID, documento de identificação exigido para todos os torcedores com ingressos, e se registrar para o jogo no centro de informações da FIFA.

Chamou a atenção o fato de que é preciso ter um documento oficial para conseguir as Fan Ids. Obodovsky não costuma andar com documentos, mas, neste dia (17/06), ele estava com um documento, já que “havia policiais e seguranças por todos os lados”. Já a esposa sempre anda com seus documentos. “É realmente inacreditável essa combinação de circunstâncias.”

PUBLICIDADE ANUNCIE

Então, o casal agradeceu a generosidade, fez uma selfie com os torcedores brasileiros e prometeu que torceria para o Brasil!

torcedores brasileiros dão ingressos russos

Quem são os brazucas?

Depois que a história se espalhou na internet, Obodovsky acordou na quinta-feira (28) com várias mensagens de pessoas que identificaram os dois torcedores brasileiros, após o russo postar nas redes sociais um pedido de ajuda para identificar os brazucas que presentearam ele e Marina com ingressos para a partida entre Brasil e Suíça.

Leandro Barreira, 44 anos, e Pedro Frota, 35, moram em Belo Horizonte. Eles estavam com mais dois amigos quando deram os ingressos de presente para Obodovsky e Marina – cada ingresso custou 105 dólares.

Logo depois de conseguir o contato dos mineiros, Obodovsky escreveu para Frota, que estava em Moscou, segundo informações da BBC News. Ele conta que ficou tão feliz que “nem sabia o que dizer”.

Frota falou para reportagem que nem se lembrava da selfie que eles fizeram com o casal russo antes de entrar na Arena Rostov. O publicitário achou muito bacana a campanha de Obodovsky para encontrar ele e o amigo Leandro.

O russo gostaria de receber a dupla na casa dele, mas os brasileiros não irão mais para Rostov-on-Don. Uma pena que não vai rolar o reencontro, mas Frota prometeu que enviará uma camisa do Brasil para seu amigo russo: mais uma lembrança positiva dos torcedores brasileiros que foram à Copa da Rússia.

Leia também!

100 deficientes visuais acompanharam ‘ao vivo’ a vitória do Brasil contra a Sérvia

crédito da foto: Gleb Obodovsky/Arquivo Pessoal

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar