fbpx

Vendedores compram celular para jovem que olha carros no Rio

Podia ser o mais simples, o Marcos Vinícius, morador da Cidade de Deus, só queria um celular: "Nunca pensei que vocês ficariam do meu lado". 😭


vendedores compram celular jovem olha carros
PUBLICIDADE ANUNCIE

Podia ser o mais simples, o Marcos Vinícius, morador da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, só queria um celular. Ele precisaria olhar muitos carros na praia – talvez levasse meses – para comprar um aparelho à vista, já que não tem renda suficiente para parcelar no carnê.

Sensibilizados com sua perseverança, os funcionários de uma loja do Ponto Frio, do Barra Shopping, fizeram uma vaquinha e completaram o dinheiro que Marcos juntou olhando carros para comprar o tão sonhado celular.

Leia também: Funcionários compram videogame para garoto que ia jogar na loja todos os dias

Marcos foi à loja diversas vezes com o dinheiro que estava juntando, na segunda-feira (3). Em todas elas, ele perguntava ao vendedor Thiago se o dinheiro bastava para dar entrada no celular, porém nem chegava perto.

Ele tinha completado 23 anos e queria muito um celular. Marcos não terminou os estudos porque precisava trabalhar para ajudar em casa. Ele saiu da escola no 1º ano do Ensino Médio e começou a trabalhar de empacotador em um supermercado. Porém, foi mandado embora quando acabou o período de experiência.

Toda a luta de Marcos para comprar um celular com dinheiro honesto tocou os funcionários da loja. O primeiro a saber da história de Marcos foi o vendedor Thiago, que depois contou para o colega Carlos até a história se espalhar pela loja.

vendedores compram celular jovem olha carros

A ideia de ajudar Marcos foi ganhando força. Os vendedores começaram a juntar o máximo de dinheiro possível antes que Marcos chegasse. A maioria deu 10 reais, outros 15, 20. “Sempre tem aquele ‘se eu pudesse, ajudava’. Procuramos um celular que fosse barato e que era possível dar um desconto”, conta Carlos em conversa com o Razões para Acreditar.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Marcos retornou à loja com 93 reais – o celular que gostaria de parcelar custa 599. A vaquinha dos vendedores cobriu o valor que faltava.  “Eles me ajudaram em tudo. Estou bastante feliz. Meus familiares também gostaram muito. Minha mãe está orgulhosa de mim”, diz Marcos.

vendedores compram celular jovem olha carros
“Nunca pensei que vocês ficariam do meu lado.”

vendedores compram celular jovem olha carros

Carlos relatou a história no seu perfil do Facebook e o vídeo emocionou as pessoas, com quase 880 mil visualizações, 23 mil compartilhamentos e 8,5 mil curtidas. Nos comentários, as pessoas parabenizaram a iniciativa dos vendedores. O mais legal é que gesto de bondade rendeu frutos. Marcos foi procurado por uma professora de dança que lhe ofereceu uma bolsa de estudos em artes e dança, e ainda disse que vai ajudá-lo a concluir o Ensino Médio.

Assista ao vídeo:

crédito das imagens: Reprodução/Facebook Carlos Bueno

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar