fbpx

Senegalês corrige valor de venda de óculos para cliente e atitude dá um tapa de luva no preconceito

Uma prova de que devemos acolher os imigrantes, ao invés de diminuí-los.


senegalês corrige valor venda óculo clientes
PUBLICIDADE ANUNCIE

Sobra honestidade do lado de quem busca uma vida melhor no Brasil. É o que mostra um imigrante senegalês que vende óculos na orla das praias cariocas. (Ajudar uma causa social pode ser mais fácil do que você imagina. Cadastre o seu Visa e escolha uma causa. Cada vez que você usar seu cartão, a Visa fará uma doação.)

Quem conta a história é a Juliana Figueiredo. “Ontem eu fui à praia e esse rapaz de Senegal, passou vendendo óculos, o meu tinha quebrado aí comprei um… R$35,00 era o preço (ta ne, praia.. Barra, peguei!) Aí usei o cartão e na claridade, nem vi valor…”, escreveu Juliana no Facebook.

Por engano, o rapaz cobrou 350 reais pelos óculos, mas o valor passou batido para Juliana. Quando percebeu a confusão, minutos depois, ele correu até Juliana desesperado, dizendo que tinha passado o valor errado. Ela entrou no aplicativo do banco e viu o débito na conta de 350 reais.

senegalês corrige valor venda óculo clientes

PUBLICIDADE ANUNCIE

Obviamente, Juliana caiu em desespero. A sorte é que o rapaz usa uma maquininha de cartão que cobra o valor da compra um dia depois. O senegalês pediu ajuda para um colega que fala português para dizer à Juliana que não tinha feito aquilo por maldade. Ajudar uma causa social pode ser mais fácil do que você imagina. Cadastre o seu Visa e escolha uma causa. Cada vez que você usar seu cartão, a Visa fará uma doação. Cadastre-se!

“Se ele não volta eu nem ia saber! Quando entrasse na conta ia sentir falta, mas já ia ser tarde demais”, afirma Juliana.

Isso aconteceu no domingo (01/07), na segunda-feira, ela foi atrás do rapaz na praia e pediu o número do WhatsApp dele. Eles trocaram mensagens e Juliana disse para o senegalês devolver 300 reais e ficar com 50 – 35 pelo valor dos óculos, mais 15, pela sua honestidade, podemos colocar assim.

“A foto do zap dele é um menino, perguntei se era filho dele, ele disse que sim. Comprei um carrinho de 20,00 e levei pra ele. O sorriso que ele deu, mudou meu dia. Ele ficou mais feliz por eu ter levado o carrinho, do que ter dado um dinheiro a mais.”

Juliana finaliza a publicação dizendo estar sem palavras para agradecer a honestidade do senegalês. Apesar das dificuldades que ele e sua família enfrentam, o rapaz achou que devia fazer a coisa certa, ao invés de tirar vantagem na venda dos óculos.

“Ainda existem pessoas boas. Ainda existe esperança. Ainda há fé num mundo melhor.”

O relato de Juliana viralizou nas redes sociais, confira:

Conheça mais sobre o programa Visa Causas e apoie uma instituição sem pagar nada a mais por isso. É só cadastrar o seu cartão Visa e a cada transação no crédito ou débito, a Visa faz uma doação. Saiba mais!

crédito das fotos: Juliana Figueiredo/Facebook/Reprodução

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar