fbpx

Ambev é reconhecida por iniciativas pela juventude e diversidade

A empresa recebeu o Selo de Direitos Humanos e Diversidade da Prefeitura de SP pelo projeto ‘Na Responsa!’ e por companhas de Skol.


ambev reconhecida iniciativas juventude diversidade
PUBLICIDADE ANUNCIE

A Cervejaria Ambev foi premiada com o Selo de Direitos Humanos e Diversidade da Prefeitura de São Paulo por suas ações sobre o consumo consciente de bebidas alcóolicas, sem estar associado à direção ou a menores de 18 anos, e respeito à diversidade.

A empresa foi premiada nas categorias Juventude e Igualdade Racial do Selo. Na primeira, devido à transformação promovida através do projeto Na Responsa! e, na segunda, pela imagem e posicionamento de Skol no tema diversidade.

A categoria Juventude reconhece iniciativas focadas na defesa e promoção dos direitos das juventudes. Nela, a Cervejaria Ambev foi reconhecida pelo projeto “Na Responsa!”: a Cervejaria companhia se uniu a ONGs de todo o Brasil pela prevenção do consumo de bebidas alcoólicas por menores de 18 anos. Desde 2010, o Na Responsa! apoiou, via lei de incentivo fiscal, projetos de mais de 30 organizações sociais no país, como oficinas de esporte, teatro, comunicação e música.

ambev reconhecida iniciativas juventude diversidade ambev reconhecida iniciativas juventude diversidade

De 2010 a 2017, mais de 30 mil jovens foram beneficiados diretamente pelo projeto, além de 10 mil educadores, profissionais de saúde e liderança capacitados. Mais de 260 mil pessoas participaram dos eventos promovidos pelo Na Responsa! e mais de 14 milhões de pessoas foram impactadas por ações de comunicação.

“Enquanto indústria de bebidas, temos um importante papel na conscientização sobre os riscos do consumo indevido de bebidas alcoólicas. Seja por menores de 18 anos, como fazemos com o Na Responsa! ou então associado à direção. O nosso sonho é unir as pessoas por um mundo melhor e, por isso, queremos ajudar as pessoas a entender que álcool e adolescência não combinam”, comentou Andrea Matsui, gerente de Sustentabilidade da Cervejaria Ambev.

Já a categoria Igualdade Racial reconhece iniciativas voltadas ao combate da desigualdade étnica-racial e ao exercício da cidadania e garantia de direitos da população negra e dos povos indígenas. Para traduzir a vontade de Skol de fazer algo diferente na sociedade, a marca reforçou com o prêmio a beleza da diversidade racial do Brasil. Assim, pegou um de seus materiais mais icônicos para apresentar seu novo ponto de vista, levando para as mãos dos brasileiros as latas Skolors, projeto criado em parceria com MOOC, um coletivo que valoriza a cultura negra através da arte, música e audiovisual, lançando novos olhares e diferentes pontos de vista sem aceitar estereótipos.

PUBLICIDADE ANUNCIE

ambev reconhecida iniciativas juventude diversidade

ambev reconhecida iniciativas juventude diversidade

O movimento marcou a primeira vez na história de Skol em que trocou o seu tradicional amarelo, que marca as gôndolas de mercados de todo o Brasil, para ressaltar a pluralidade das pessoas. Na ação, as latas da cerveja chegaram aos consumidores com cinco cores diferentes que simulavam os diferentes tons da pele humana.

“Esse prêmio é o reconhecimento de todo o nosso trabalho e mostra que estamos no caminho certo. Respeitamos a pluralidade e, acima de tudo, o respeito pelo próximo. Somos contra todo e qualquer tipo de preconceito e estamos sempre do lado do consumidor, apoiando eventos, projetos e manifestações socioculturais que sigam os valores da marca”, afirmou Maria Fernanda Albuquerque, diretora de marketing de SKOL.

“Com o MOOC, SKOL reforça que nossa comunicação não nasce apenas de dentro da marca. Sempre buscamos parceiros que conhecem a fundo o assunto do qual estamos falando e o MOOC nos ajudou a tratar de uma forma mais genuína um tema relevante para a sociedade”, completou Maria Fernanda.

Sobre o Selo de Direitos Humanos e Diversidade da Prefeitura de São Paulo

Criado neste ano, o Selo de Direitos Humanos e Diversidade da Prefeitura de São Paulo é uma política de reconhecimento de boas práticas de promoção dos direitos humanos e valorização da diversidade, implementadas por organizações públicas e privadas que atuam na capital paulista. Ao todo, foram premiadas 55 iniciativas, de 35 empresas, 16 entidades do terceiro setor e quatro órgãos públicos. A premiação conta com dez categorias.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

crédito das imagens: Divulgação

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar