fbpx

Após ataques racistas, youtuber vira garota-propaganda de marca de beleza

“O seu racismo bate nos meus vídeos e volta como garota-propaganda de marca de beleza."


garota propaganda após ataques racistas

“O seu racismo bate nos meus vídeos e volta como garota-propaganda de marca de beleza”. Essa frase poderia ter sido dita pela youtuber Ana Clara Barbosa, 11 anos, alvo de ataques racistas no YouTube.

A menina é youtuber há três anos e em seu canal compartilha vídeos de tutoriais de beleza. Ana Clara dá dicas de como se maquiar, cuidar dos cabelos e se preparar para festas.

Nas últimas semanas, comentários racistas sobre seu cabelo e aparência tomaram conta de alguns vídeos. Mas, o hate não passou batido por internautas que se uniram para combater os ataques racistas.

Ana Clara ganhou mais seguidores e palavras de incentivo para continuar produzindo conteúdos novos. “Eu quero agradecer a todos que me defenderam e mostraram como o racismo é errado”, celebrou a youtuber em um vídeo.

O trabalho de Ana Clara ainda seria reconhecido por uma marca de beleza. Na quarta-feira (23), a Salon Line compartilhou na sua conta no Instagram uma foto de Ana e contou na legenda que a menina tinha conhecido a empresa e recebido dicas de “como cuidar do seu crespo lindo”.

“A maravilhosa Ana Clara passou o dia todo com a gente hoje! Visitou a Salon Line, bateu papo com a @todecrespa, recebeu várias dicas de como cuidar do seu crespo lindo e se divertiu – assim como nós! Nosso coração está cheio de alegria!”.

A iniciativa da empresa recebeu vários comentários positivos. “Parabéns pela iniciativa. O que as empresas do ramo da beleza deveria fazer sempre, valorizar e mostrar pessoas reais”, parabenizou uma seguidora. “Bora deixar ela como garota propaganda da linha infanto juvenil? Hahaha parabéns pela iniciativa de acolher a todos Salon Line. Já era consumidora, agora tenho orgulho de usar”, disse outra seguidora.

Foto de capa © Salon Line/Reprodução


Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar