fbpx

Azul Linhas Aéreas lança ferramenta de acessibilidade para deficientes auditivos

A ferramenta "Hugo" vai facilitar a navegação de pessoas com deficiência no site da companhia.


azul linhas aéreas lança ferramenta acessibilidade deficientes auditivos
PUBLICIDADE ANUNCIE

A Azul Linhas Aéreas lançou esta semana uma ferramenta de acessibilidade para deficientes auditivos em seu site, que realiza tradução simultânea do Português para a Libras (Língua Brasileira de Sinais).

Intitulada de “Hugo”, um simpático intérprete em 3D, a ferramenta foi criada em parceria com a Hand Talk. Ela vai facilitar a navegação de pessoas com deficiência auditiva no site da companhia aérea e permitir que esse público tenha a mesma experiência digital que os demais clientes.

A página principal do site da empresa tem um ícone no formato de uma mão que, quando clicado, ativa a janela de acessibilidade. A partir disso, o intérprete virtual fará a tradução dos textos e vídeos para Libras.

Para divulgar a novidade, a agência Isobar desenvolveu a campanha #AzulEmLibras, que convida a comunidade surda do Brasil a compartilhar com o público das redes sociais as gírias faladas em várias regiões do país.

Mais especificamente, a ideia é gravar um vídeo no Instagram e, através da hashtag #AzulEmLibras, contar para os seguidores de que maneira é expressar o nome da companhia área (“Azul Linhas Aéreas”) entre a comunidade surda, de diferentes localidades. O convite é feito por dois grandes influenciadores da comunidade surda: Visurdo e É Libras.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Depois que os influenciadores Visurdo e É Libras receberem todos os vídeos, eles irão escolher de que maneira o “Hugo” irá expressar a palavra Azul Linhas Aéreas em Libras. O sinal escolhido pelos influenciadores será revelado em um novo vídeo, ao final da ação.

“Hoje, os deficientes auditivos se referem à Azul de várias formas. Com essa iniciativa, queremos criar uma identidade única. Será esse o sinal que o Hugo e toda a comunidade utilizará para fazer referência a Azul”, afirma Claudia Fernandes, diretora de Marketing e Comunicação da Azul.

Já para Jorge Lervolino, diretor-executivo de criação da Isobar, a ação que a agência criou pretende “ressaltar que a comunidade surda tem sua própria cultura, que é rica, diversa e motivo de orgulho”.

crédito da foto: Reprodução/YouTube Visurdo

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar