Após proibição de Trump, Canadá convida militares transexuais a se alistarem no país

Canadá na vanguarda, outra vez!


transexuais
1008 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

O presidente norte-americano Donald Trump não fica um dia sem tomar decisões conservadoras. Mas, ele também não passa ileso das críticas.Um dia após proibir o ingresso de transexuais nas forças armadas de seu país, militares canadenses deram boas-vindas a pessoas de todas as orientações sexuais e identidades de gênero.

Ouça essa matéria ao invés de ler! Clique no play acima!

“Damos as boas-vindas aos canadenses de todas as orientações sexuais e identidades de gênero. Junte-se a nós!”, declararam as Forças Armadas canadenses no Twitter, junto com uma foto da Banda da Marinha Real Canadense desfilando em uma das comemorações do Dia do Orgulho Gay, em Toronto.

No próprio tuíte, também tem um link para um site onde são informadas oportunidades de trabalho no Exército do país. A estimativa é de que pelo menos 200 pessoas nas Forças Armadas do Canadá sejam transexuais.

Entre 2008 e 2009, o Departamento de Defesa do Canadá pagou um total de 19 operações de mudança de sexo. As cirurgias custaram um total de 309 mil dólares canadenses – cerca de 250 mil dólares.

Sem dar muito explicação, Trump anunciou na última terça-feira (25) que vai proibir a entrada de transexuais nas Forças Armadas dos Estados Unidos. A decisão reverte a abertura adotada no ano passado pelo ex-presidente Barack Obama.

Imagens: Reprodução/Twitter


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista