fbpx

Garoto autista de 6 anos que sonha em ser jornalista tem sonho realizado


garoto autista jornalista

Se algumas pessoas demoram para decidir o que querem estudar e que profissão querem ter, outras desde criança já nascem com a certeza daquilo que querem fazer, como é o caso do pequeno João Pedro, de apenas 6 anos, que desde que tinha apenas 3 já sabia que queria ser jornalista.

Quem compartilhou a história de João com a gente foi sua mãe, Eloane Coutinho de Souza, que nos contou que ele foi diagnosticado muito cedo como sendo autista: Ele tem autismo e foi diagnosticado muito cedo por conta do atraso na linguagem e também por outras características”.

João gosta de assistir telejornais desde pequeno e também sempre gostou de gravar vídeos. Eloane nos contou que esta paixão é fundamental para o seu tratamento e que eles usam este interesse como parte da terapia. Eles vivem em Macapá e João sempre gostou muito da apresentadora do Jornal do Amapá, Aline Ferreira, mas ficou surpreso quando um dia ela não apresentou seu jornal preferido.

Sua mãe diz que costuma postar vídeos que grava com João em seu Facebook, fez uma postagem neste dia, falando em como o garoto estava triste pelo fato de sua apresentadora favorita não ter apresentado o telejornal. Foi quando um funcionário da TV Amapá, afiliada da Rede Amazônica viu este vídeo: Então um funcionário da rede amazônica viu (Jallysson Bruno) e também assistiu aos outros vídeos que estão na minha linha do tempo e me mandou uma mensagem perguntando se eu permitiria que João visitasse os estúdios da Rede Amazônica e também a Aline Ferreira, a repórter”

Ela diz que João tem uma rotina muito cansativa de terapias diariamente e que ficou eufórico no dia que pôde conhecer o lugar em que ele sonha um dia poder trabalhar. Vocês podem imaginar a felicidade desta mãe ao ver seu filho realizando um sonho antigo? Eloane diz que seu maior objetivo é mostrar a ele que ele pode fazer o que quiser da vida: E momentos como esse são fundamentais pra que ele entenda que o fato de ter autismo não limita suas oportunidades. Meu maior objetivo é permitir a ele todos os tipos de experiências para que ele tenha autonomia e seja o que ele quiser independente do autismo”

Se muitas pessoas ainda veem o autismo como uma incapacidade, Eloane nos mostra que as coisas não são bem assim e faz questão de incentivar outras mães que vivem situações parecidas com a dela: Muitos veem os autistas como pessoas incapazes, dependentes … Eu vejo meu filho como um menino cheio de habilidades e que apenas espera um incentivo para prosseguir ….E assim que tem sido. Até agora só temos motivos para comemorar, pois cada dia que passa João se desenvolve mais é só nos dá mais orgulho”.

Veja aqui embaixo a postagem original de Eloane:

Fotos: reprodução Facebook / Eloane Coutinho de Souza


Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar