Menina trans manda recado contra o preconceito: “Eu não sou doente e você não pode me mudar”


1374 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Muitas crianças não se sentem confortáveis com o gênero que nasceram, e a maioria delas tem dificuldades para processar esse desconforto, já que a sociedade não vê isso como “normal”, mas como uma doença, ou qualquer absurdo do tipo.

No fundo, elas só querem crescer como toda criança: livres! Como revela a menina de 7 anos do vídeo abaixo: “Nós apenas queremos permissão para viver como nós somos, porque nós sabemos quem somos. Eu não sou doente e você não pode me mudar”.

genero

genero1

genero3

genero4

genero5

genero-interna


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista