Menino de 12 anos enfrenta manifestação homofóbica de 11 mil pessoas no México


6 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

A imagem de um menino de 12 anos tentando bloquear uma manifestação de 11 mil pessoas contra o direito dos gays de se casar, na cidade de Celaya, no México, está correndo o mundo desde o último sábado (10).

A marcha foi motivada por uma proposta do presidente Henrique Peña Nieto que legalizaria o matrimônio entre pessoas do mesmo sexo em todo o país. Hoje, apenas 10 dos 31 estados mexicanos reconhecem a união civil dos homossexuais.

“No início, pensei que a criança estava só brincando”, disse o fotojornalista Manuel Rodríguez ao site La Reneración. O menino disse ter um tio que é gay: “E não gosto que o odeiem”.

A marcha homofóbica foi convocada um dia antes pela “Frente Nacional para a família”, formada por religiosos e conservadores.

O “Conselho Nacional de Prevenção à Discriminação” repudiou a manifestação ao afirmar que “excluir famílias que não reproduzem o modelo tradicional mediante expressões que incitam o ódio e a violência vulnera os direitos humanos”.

O menino não conseguiu parar a manifestação, mas a imagem entrará para os livros de história como a do manifestante que bloqueou a passagem de quatro tanques de guerra na Praça Celestial, em Pequim, na China, no dia 5 de junho de 1989.

prostesto_homem_dos_tanques_china_pequim

Com informações do GuiaGay Floripa


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista