“Não aguento mais bonecas”: menina escreve carta para Papai Noel pedindo brinquedos com mais aventura

Ela conta que gostaria de ter mais aventuras em suas brincadeiras.


187 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Você já reparou que os brinquedos que uma criança usa para brincar podem reforçar estereótipos de gênero? É o que afirma um estudo recente da Universidade de Cambridge.

Casinhas e fogões de brinquedo, por exemplo, são “brinquedos de menina”. Jogos de aventura e carrinhos, “brinquedos de menino”. Segundo o estudo, a rotulação reforça preconceitos e limita as escolhas profissionais da criança no futuro.

Mas, a verdade é que brinquedo não tem gênero. Esse é o tema da campanha “Querido Papai Noel”, produzida pela ONG Bandeiras Brancas, um movimento sem fins lucrativos que visa espalhar a paz com ações criativas.

No vídeo da campanha, premiada internacionalmente, a pequena Laura escreve uma carta para o Papai Noel mostrando estar triste, pois, nos últimos anos, ela tem ganho apenas maquiagem, casinhas e fogões de brinquedo. Ela conta que gostaria de ter mais aventuras em suas brincadeiras.

“Não aguento mais bonecas, fogão, maquiagem… porque sempre vem a mesma coisa”, questiona a pequena.

+ “Quero que ele seja melhor do que eu”, diz pai que deu cozinha de brinquedo para o filho de 2 anos

A campanha é baseada em situações do cotidiano e busca incentivar pais, mães, padrastos, madrastas, padrinhos e tios a escolherem opções de presentes de Natal “fora da caixinha”.

Assista:

 

campanha01

campanha02

campanha2

campanha3

campanha4

Todas as imagens: Reprodução/YouTube


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista