7 atitudes simples para você realizar seus planos de uma vez por todas


7 atitudes simples para realizar seus planos do papel de uma vez por todas
40 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Muitos de nós não conseguem tirar uma ideia do papel e colocar em prática nossos desejos ou planos. Essa falta de habilidade em realizar aquilo que desejamos ocorre, em parte, porque nossos nossos pensamentos são guiados pelos nossos sentimentos, responsáveis pelas nossas ações.

“Muitas vezes realizar a tal ação desejada pode gerar medo, insegurança, ansiedade, entre outros sentimentos ruins, e ao se deparar com tais sentimentos, tendemos a voltar para a chamada ‘zona de conforto‘”, explica a psicóloga especialista em gestão estratégica em recursos humanos Aline Lien, que atende pelo Zenklub.

A psicóloga e especialista em terapia cognitivo-comportamental Fabiane Bressan, acredita que ter consciência sobre aquilo que queremos ajuda a controlar as nossas ações: “Pode-se fazer duas básicas e importantes escolhas: assumir o controle da nossa mente ou deixar que nossa mente nos controle. Compreender este mecanismo extremamente natural que ocorre em nossa mente possibilita perceber com clareza o quanto é essencial cuidar e conduzir melhor nossos pensamentos, emoções e comportamentos”, diz ela.

Separamos 7 atividades que vão te ajudar a tirar as ideias do papel de uma vez por todas.

1. Faça uma lista

Muitas vezes, nossa confusão mental acontece porque não conseguimos organizar as ideias, e um método bastante eficaz é colocar as ideias no papel. “Quando você põe no papel fica tudo mais concreto, sai do nosso subjetivo e visualizamos com mais clareza”, explica a psicóloga Elisângela Sales, que atende pelo Zenklub.

2. Estabeleça uma hierarquia de tarefas

Sabe aquele truque para concluir uma prova, de começar pelas questões mais simples? Então! Para tirar uma ideia do papel você deve adotar a mesma estratégia: comece pelas tarefas mais simples e passe para as mais complexas. Isso vai impedir que você desanime ou fique cansado já nos primeiros passos.

3. Viva o momento presente

“Assim como se prende ao passado, a mente também pode se instalar no futuro, gerando ansiedade, tentando controlar os acontecimentos futuros e, muitas vezes, acreditando que a felicidade só irá acontecer quando algo no futuro se realizar, quando você comprar aquela casa, ou quando você estiver naquele emprego. Mas a conquista dessas metas dificilmente se realizará se você não estiver vivendo o presente, afinal, é no presente que estão as oportunidades e também as possibilidades. É nele que a vida pode ser verdadeiramente vivida”, diz a psicóloga especialista em gestão estratégica em recursos humanos Aline Lien, que atende pelo Zenklub. Métodos como o mindfulness, que promove a atenção plena e a meditação podem ajudar você a focar no presente.

4. Não tenha vergonha, busque ajuda

Pedir sinônimo não é sinônimo de fraqueza. Falar sobre suas dificuldade, consultar um psicólogo ou um coaching pode te ajudar a conquistar seu objetivo com mais clareza e consciência daquilo que você realmente quer. “Culturalmente, estamos acostumados a tratar (seja com medicação ou outro método) aquilo que nos incomoda: quando temos dor de cabeça, tomamos o remédio para que essa dor alivie; a partir do momento que não sentir mais dor, não faz sentido tomar mais remédios. No entanto, um tratamento de saúde mental é diferente: os sintomas costumam reduzir de forma considerável nos primeiros meses, mas é necessário seguir por muito mais tempo o tratamento para que nosso cérebro ‘aprenda’ a funcionar do jeito certo”, diz a especialista em neuropsicologia Sandra Mara Comper, que atende pacientes com transtornos de humor, é membro da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia e integra o time de profissionais do Zenklub.

5. Permita-se mudar de ideia

Um erro muito comum que as pessoas cometem é ficar preso em uma ideia inicial sem se permitir fazer ajustes no projeto original ou mesmo mudar de ideia. Ser flexível e ter compaixão consigo mesmo com certeza vai evitar sofrimentos prolongados e o sentimento de fracasso.

6. Estabeleça metas de curto, médio e longo prazo

Para que seu planejamento dê certo, é importante definir metas claras para que o seu cérebro, de fato, memorize o que você quer que aconteça – e em quanto tempo. Estabelecer metas de curto, médio e longo prazo com certeza vai te auxiliar o que você pode fazer de imediato, o que vai ter que esperar um pouco e o que vai demandar bastante esforço da sua parte.

7. Comemore cada desafio vencido

Cada pequena tarefa que você conclui rumo ao seu objetivo final deve ser celebrada. Afinal, o caminho é tão importante quanto a chegada, e ter um estímulo a cada passo é fundamental para não deixar a peteca cair no meio do caminho.


Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar
Escolher um formato
História
Lista