Cuidadora conta como é a rotina com paciente com mieloma múltiplo


cuidadora mieloma múltiplo
473 shares Compartilhar Tweet WhatsApp

Ter a companhia de alguém com certeza deixa a vida mais leve, ainda mais em casos nos quais isso não é apenas uma escolha e sim uma necessidade. Pessoas diagnosticadas com mieloma múltiplo, câncer dos plasmócitos da medula óssea, passam a contar não só com tratamentos específicos em sua rotina, mas um alguém especial em prol de sua qualidade de vida: o cuidador.

A professora Simone de Oliveira Vicente Brasileiro começou a trabalhar cedo e a irmã, Juliana, era quem cuidava dos sobrinhos. Anos depois, o acaso fez com que a situação fosse contrária. Com o mieloma múltiplo, o corpo do paciente vai se debilitando, reduzindo as atividades cotidianas a medida em que vai avançando, prejudicando principalmente os ossos.

Dessa maneira, Simone se tornou a cuidadora de Juliana, unindo mais ainda os laços entre as duas irmãs. Driblando as fragilidades que a doença traz, elas se tornaram companheiras do início ao fim do dia, desde um passeio pela rua até a ida ao médico.

Apesar do susto inicial na família e das adaptações na rotina de ambas, o sentimento de poder ajudar uma pessoa é gratificante. Doar-se para o outro é o que os fortalece para seguir em frente. Dá uma olhada na emocionante história das irmãs em um vídeo feito pela farmacêutica Takeda:

Leia também: Paciente com mieloma múltiplo fala sobre a importância de ter cuidadores em sua rotina

*Artigo co-criado em parceria com Takeda Oncology


Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar