fbpx

Menino curado vira médico para cuidar de crianças com câncer

Um médico que batalhou para vencer um linfoma, na adolescência, hoje, cuida de crianças que lutam para vencer sua própria batalha contra a doença.


menino curado câncer vira médico cuidar crianças
PUBLICIDADE ANUNCIE

Um médico que batalhou para vencer um linfoma, tipo de câncer que atinge o sistema linfático, na adolescência, hoje, cuida de crianças que lutam para vencer sua própria batalha contra a doença.

Como alguém que conhece as dores do tratamento, ele sabe a maneira certa de cuidar das crianças: empatia, paciência e atenção vêm antes dos medicamentos que o médico pediatra Hugo Martins Oliveira prescreve para esses pequenos guerreiros e guerreiras.  

Leia também: Menino de 7 anos visita senhora com câncer 5 vezes por dia para saber se ela está bem

Hugo queria ser atleta de futebol profissional quando era garoto. Os planos mudaram durante o tratamento do linfoma na adolescência. Foi como se Hugo precisasse passar por essa provação para descobrir sua vocação de cuidar dos pequenos. 

menino curado câncer vira médico cuidar crianças

“Foi um presente que Deus me deu. Através disso consegui identificar qual seria minha missão na Terra”, contou o médico Hugo para a TV EVANGELIZAR.

menino curado câncer vira médico cuidar crianças

PUBLICIDADE ANUNCIE

E olha que bacana: Hugo é companheiro de trabalho da médica que fez parte da equipe responsável pelo tratamento dele. Flora Watanabe, chefe do centro de Oncologia do hospital, elogia a dedicação e o profissionalismo de quem um dia foi seu paciente.

menino curado câncer vira médico cuidar crianças

“Ele é brilhante, muito dedicado, estudioso e interessado. E alegre, brinca com todo mundo, conquista todos os pacientes e familiares. Acho que a experiência de estar do outro lado, como paciente, ele aplica com seus pacientes”, afirma a médica.

menino curado câncer vira médico cuidar crianças

O sonho de ser médico teve o apoio da família desde o início – não seria diferente pelas razões que fez ele escolher a profissão: cuidar de quem sofre as mesmas dores que ele sofreu 15 anos atrás. Dores que foram curadas por profissionais afetuosos e atenciosos, em quem Hugo inspira-se todos os dias. 

“Foi a energia que me motivou chegar até aqui. Acaba sendo para mim até hoje. Isso resgata os valores sinceros da vida, que são o amor, afeto, carinho. Isso torna o ambiente [de trabalho] mais leve e agradável”, finaliza o médico.

Assista à reportagem:

crédito das imagens: Reprodução/TV EVANGELIZAR

PUBLICIDADE ANUNCIE

PUBLICIDADE ANUNCIE

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar